Pesquisa mostra que preço de itens como  ar-condicionado, micro-ondas e a famosa fritadeira sem óleo foram alguns dos que mais subiram nas semanas antes da liquidação.

Você caiu em uma cilada de Black Fraude? 

30 de novembro de 2020

A Black Friday é um período já conhecido da indústria. Todo ano, em novembro, lojistas oferecem descontos tentadores em produtos e serviços.

Mas nem sempre as ofertas da Black Friday são, de fato, reais. Lojas que aumentam o preço antes da promoção fizeram com que o feriado ficasse também conhecido pelas falsas ofertas -  “Black Fraude” ou “Metade do Dobro”.

Sim... O site de comparação de preços JáCotei analisou ofertas online durante 53 dias (entre 27 de setembro e 18 de novembro) e constatou que houve tendência no aumento de preços com a aproximação da Black Friday.

Teve Black Fraude em 2020?

As categorias que mais subiram foram:  -ar condicionado (15,7%), - climatizador de ar (14,7%), -fritadeira sem óleo (10,8%) -micro-ondas (8,4%) 

Em média, os produtos analisados tiveram aumento de 5%. 

Por outro lado, itens como geladeira e notebook caíram mais de 2% antes da Black Friday.

O levantamento foi feito com as categorias mais buscadas no JáCotei. Veja abaixo a variação de cada categoria.