Onde fica a reserva de ouro do Brasil?

Em 2021, o país chegou a 129,7 toneladas do metal compondo suas reservas internacionais. Mas… isso fica guardado em algum lugar?

Quem aproveitou o primeiro final de semana de dezembro para maratonar a última parte daquela famosa série do macacão vermelho aprendeu muito sobre a reserva de ouro da Espanha.

O que fez muita gente se perguntar: afinal, onde fica a reserva de ouro do Brasil?

Um documento de 2002 do Banco Central afirmava que uma parte das reservas internacionais do Brasil estava guardada nos cofres do Banco Central na forma de barras de ouro, protegidas por modernos sistemas de segurança.

Basicamente, as reservas internacionais de um país funcionam como um "seguro" contra crises econômicas e cambiais. Mas elas não são formadas apenas por ouro.

O Brasil, por exemplo, tinha 93,4% de sua reserva no fim de 2020 composta por títulos conversíveis em dólares e dólares depositados em bancos centrais de outros países.

Na época, apenas 1,2% da reserva internacional brasileira era formada por ouro. Em 2021, entretanto, esse percentual aumentou para 2,1%.

Neste ano, o Banco Central do Brasil comprou 62,3 toneladas de ouro. Com isso, a reserva de ouro do Brasil chegou a 129,7 toneladas.

Já imaginou quanto tempo levaria para transformar tudo isso em pequenas bolinhas de ouro?

Conheça os 10 países com as maiores reservas de ouro do mundo

👆🏼