Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Imposto de Renda Receita Federal prorroga...

Receita Federal prorroga prazo de entrega do IR 2022 para 31 de maio

Por causa da pandemia, a data final para envio da declaração passou de 29 de abril para 31 de maio. A Receita espera receber 34,1 milhões de declarações até o fim do prazo. Entenda o que mudou.



Quem ainda não enviou a declaração anual de Imposto de Renda 2022 pode respirar aliviado. A Receita Federal prorrogou o prazo final de entrega para o dia 31 de maio. O prazo anterior era 29 de abril. 

A mudança foi publicada nesta terça-feira, 5 de abril, em uma instrução normativa no Diário Oficial da União (DOU). A nova data também vale para Declaração de Ajuste de Espólio (pessoa falecida) e Declaração de Saída Definitiva do país. As datas de pagamento da restituição não foram alteradas.

Ganhe controle sobre suas finanças: assine nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo.

A Receita informou que a alteração da data “visa mitigar eventuais efeitos decorrentes da pandemia da Covid-19 que possam dificultar o preenchimento correto e envio das declarações, visto que alguns órgãos e empresas ainda não estão com seus serviços de atendimento totalmente normalizados”.

Em 2020 e 2021, o prazo de entrega também foi adiado por causa da pandemia. 

De acordo com informações divulgadas pela Receita Federal, quase 11 milhões de declarações de IR foram entregues até o último dia 4 de abril. A expectativa é de que 34,1 milhões de declarações sejam enviadas até 31 de maio.

Prazo de entrega maior para quem vai pagar imposto no débito automático

A Receita Federal também alterou os prazos para as pessoas que terão imposto a pagar em 2022. Quem quiser quitar a primeira cota ou a cota única do tributo no débito automático precisa enviar a declaração até o dia 10 de maio. Antes, o prazo final era 10 de abril. 

Quem enviar a declaração depois de 10 de maio vai precisar pagar a primeira parcela via DARF

A declaração do Imposto de Renda é o momento em que o governo faz uma checagem do quanto cada pessoa recebeu e gastou naquele período e se as suas contribuições com o IR estão corretas. Se pagou mais impostos do que devia, você deverá receber uma restituição. Se pagou menos, aí você fica devendo Imposto de Renda, e deve acertar as contas com o Fisco.

Receita muda códigos no programa do IR 2022

Datas de restituição permanecem as mesmas

As datas da restituição do Imposto de Renda seguirão o cronograma divulgado anteriormente pela Receita. Em 2022, os lotes de restituição serão pagos entre 31 de maio e 30 de setembro de 2022. No total, serão 5 lotes pagos segundo o calendário abaixo:

LoteData
31 de maio
30 de junho
29 de julho
31 de agosto
30 de setembro

Quem precisa declarar o Imposto de Renda 2022?

Todas as pessoas que receberam rendimentos tributáveis em 2021 acima de R$ 28.559,70 precisam fazer a Declaração Anual do Imposto de Renda de 2022. 

Existem ainda outras regras que podem te obrigar a declarar. Veja quais são elas.

  • Pessoas que receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil; 
  • Quem teve, até o último dia do ano, bens e direitos com valor acima de R$ 300 mil (imóveis, investimentos, por exemplo);
  • Quem investiu qualquer valor em Bolsas de Valores, mercado de capitais ou similares. Entenda mais aqui;
  • Teve receita bruta acima de R$ 142.798,50 em atividade rural;
  • Passou a ser residente no Brasil a partir de 01/01/2021 e manteve essa residência até 31/12/2021;

Veja aqui todos os critérios para declarar o Imposto de Renda 2022

E se não entregar a declaração no prazo?

O contribuinte que não declarar o Imposto de Renda dentro do prazo determinado pela Receita Federal terá que pagar multa de, no mínimo, R$ 165,74 – caso não tenha imposto a pagar. 

Mas, caso tenha que pagar algum tipo de imposto ao Fisco, o valor da multa começa em 1% ao mês, cobrado em cima do valor devido (a partir do mês de maio) e pode chegar até 20% do valor do imposto devido. Além da multa, o CPF do contribuinte ficará suspenso. 

Leia mais sobre o Imposto de Renda 2022: 

Calendário do IR 2022: datas de declaração e restituição 

Imposto de Renda: como baixar o programa da Receita Federal? 

Quem precisa declarar Imposto de Renda em 2022? 

Para saber sobre quem precisa declarar, calendário e tirar dúvidas sobre como fazer o processo, veja aqui os conteúdos que preparamos para você.

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história.

3.76

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post