Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Complete os campos ao lado para pedir sua Conta e Cartão de crédito

Agora complete abaixo para pedir sua conta e cartão de crédito

Precisamos de um CPF válido
Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu e-mail. Precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Dinheiro no mundo Open Banking Pix vira opção de pagame...

Pix vira opção de pagamento na terceira fase do Open Banking

Graças ao Open Banking, também chamado de Open Finance, usuários terão mais uma forma de realizar pagamentos via Pix, agora a partir de outros ambientes, como sites de lojas. Saiba como vai funcionar.



A partir de hoje, 29 de outubro de 2021, a terceira fase do Open Banking – ou Open Finance – começa no Brasil. Nesta etapa, ao realizar uma compra online nas lojas credenciadas, o consumidor não precisará copiar os dados de pagamento, sair da plataforma e  acessar o aplicativo do seu banco para enviar um Pix e concluir a transação.

Entenda melhor a seguir.

Pix será  opção de pagamento com o Open Banking

O Open Banking chegou para facilitar a conversa entre as instituições financeiras. Nesta terceira fase, será possível realizar pagamentos via Pix a partir de outros ambientes. 

Por exemplo, nas lojas credenciadas, o vendedor será autorizado a fazer a intermediação diretamente entre a conta do cliente e seu estabelecimento. E isso será possível graças ao ITP (Iniciador de Transação de Pagamento) ou PISP (sigla em inglês para Payment Initiation Service Provider). 

Ele tem como função estabelecer a conexão entre o pagador e a instituição financeira na qual o cliente tem conta. O dinheiro vai direto da conta pagadora para a conta recebedora.

O que são os iniciadores de pagamentos?

Os iniciadores de pagamentos nada mais são que empresas reguladas pelo Banco Central que poderão iniciar transferências e pagamentos para os clientes. Dessa forma, não será necessário abrir o app do banco para fazer um Pix.

A iniciação de pagamentos existe desde outubro de 2020 e possibilita pagar por meio de redes sociais ou aplicativos de mensagens usando cartões de débito, por exemplo.

O que muda é que, agora, por conta do Open Banking, esse iniciador de pagamentos irá permitir transações com o Pix como opção. 

Veja como funciona o pagamento de compras online via Pix 

Sem o Open Banking:

  • Ao finalizar a compra, o usuário escolhe pagar com Pix e recebe um QR Code ou a Chave Pix do estabelecimento;
  • O usuário sai da tela da compra e abre o aplicativo do seu banco (PSP- Prestador de Serviço de Pagamento), insere os dados bancários e a senha;
  • Na área Pix (dentro do aplicativo do banco), o usuário escolhe a opção de transferência e copia os detalhes da transação;
  • Depois de conferir os dados do pagamento, o consumidor realiza a autenticação da operação (com senha ou biometria);
  • Ao finalizar o pagamento no aplicativo do banco, o usuário precisa retornar à tela de compra e verificar se o pagamento foi recebido pelo estabelecimento.

Com o Open Banking

  • A partir de um app ou site que tenha a solução de iniciação de pagamentos integrada, o usuário autoriza a iniciação do Pix (ou seja, dá a autorização para o compartilhamento do serviço de iniciação);
  • O usuário é automaticamente direcionado para o canal eletrônico (app, internet banking) da instituição em que possui conta. Ali, uma tela com as informações da transação irá aparecer. Depois de conferir, no ambiente seguro de sua conta será possível efetuar a autenticação da transação;
  • Após isso, o cliente é redirecionado para o app ou site utilizado no início da compra, para verificar se a transação foi, de fato, realizada.

Como pagar via Open Banking com a conta do Nubank?

Imagina que você quer usar o dinheiro que está na sua conta do Nubank para pagar uma compra online. Se o estabelecimento for credenciado no Banco Central, ao realizar a compra é possível escolher a opção “Pagar via Open Banking”. Assim, o site vai te redirecionar automaticamente para a sua conta do Nubank e você poderá autorizar o pagamento com o saldo disponível.

Caso você esteja no app de outro banco ou instituição financeira que tenha essa opção disponível, e queira usar o dinheiro que está na conta do Nubank para efetuar um pagamento, também é só selecionar “Pagar via Open Banking”. Com isso, você irá conectar o aplicativo com a conta do Nu e usar o saldo disponível para pagar. 

Qual é o cronograma do Open Banking no Brasil?

No Brasil, o calendário do Open Banking de 2021 está dividido em quatro etapas, de acordo com o Banco Central.

  • Fase 1: A primeira fase teve início no dia 1º de fevereiro. Nela, foram abertos os dados das instituições participantes, seus canais de atendimento e os produtos e serviços que oferecem – como contas de depósito à vista, poupança, pagamento e operações de crédito. Essa 1ª fase não envolve o compartilhamento de dados de clientes; 
  • Fase 2:  Na segunda fase, que começou no dia 13 de agosto, clientes começaram a compartilhar com as instituições suas informações pessoais de cadastro, como nome completo, CPF/CNPJ, telefone, endereço e dados de transações relativas aos produtos e serviços de suas contas. E tudo isso acontece apenas com autorização da pessoa;
  • Fase 3: Na terceira fase, que começa neste dia 29 de outubro, será possível iniciar um pagamento fora do ambiente do banco, via Pix. Clientes poderão ter acesso a serviços como pagamentos por um aplicativo de mensagem, por exemplo;
  • Fase 4: Na quarta fase, com início previsto para 15 de dezembro, será possível compartilhar outros dados de produtos e serviços, como informações relacionadas a operações de câmbio, investimentos, seguros e previdência.

Ainda há um cronograma previsto para 2022, quando haverá a liberação de outras funcionalidades. Confira:

  • 15 de fevereiro de 2022: Compartilhamento de serviços e transferências entre contas do mesmo banco e TED (Transferência Eletrônica Disponível);
  • 30 de março de 2022: Compartilhamento do envio de propostas de operações de crédito a clientes que aderirem ao Open Banking;
  • 31 de maio de 2022: Compartilhamento de dados de clientes sobre demais operações financeiras, como câmbio, investimentos, previdência e seguros;
  • 30 de junho de 2022: Compartilhamento de serviços de pagamento por boleto;
  • 30 de setembro de 2022: Compartilhamento de serviços de débito em conta.

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história.

3

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post