Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro O lucro do FGTS vai para...

O lucro do FGTS vai para você? Calma. Entenda quem tem esse direito.

Desde 2017, o Fundo distribui parte do rendimento com os trabalhadores por meio de sua conta. Veja como receber.



Você já deve ter ouvido a expressão “Dinheiro é para circular, não pode ficar parado”. Assim como um bom investidor, o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) concorda com essa máxima, e usa o dinheiro “parado” na conta de milhões de brasileiros para fazer empréstimos e financiar projetos. Quem toma o empréstimo paga juros por ele: é daí que sai o chamado lucro do FGTS. 

Mas será mesmo que esse lucro vai para você? Entenda melhor como funciona esse dinheiro que o FGTS ganha com as aplicações dos trabalhadores.

Ganhe controle sobre suas finanças: assine nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo.

O que é o lucro do FGTS?

Desde 2017, o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FTGS) distribui aos trabalhadores parte de seu lucro líquido. No ano passado, o Conselho do FGTS distribuiu R$ 7,5 bilhões em lucros entre os trabalhadores.

Neste ano, serão repassados 96% dos lucros, o equivalente a R$ 8,13 bilhões, superando o valor depositado em 2020. Segundo o Tesouro Nacional, 191 milhões de contas vinculadas ao FGTS serão beneficiadas. Mas o que isso significa?

O lucro é resultado dos juros que o FGTS recebe quando empresta dinheiro e financia projetos de:

  • Infraestrutura (rodovias, ferrovias, energia, metrô etc.);
  • Saneamento (tratamento e distribuição de água potável, coleta de esgoto etc.);
  • Crédito para o financiamento da casa própria. 

Os juros desses empréstimos e aplicações são o lucro do FGTS, como qualquer instituição financeira que empresta dinheiro cobrando juros. E é essa fatia do dinheiro que será distribuída. 

Quem vai receber o lucro do FGTS?

No dia 17 de agosto de 2021, o Conselho curador do FGTS decidiu distribuir os lucros aos trabalhadores. Receberão uma parte do lucro todos os trabalhadores que possuem uma conta FGTS (sejam elas ativas ou inativas), e que no dia 31 de agosto de 2020 tinham saldo positivo

O dinheiro não vai diretamente para você, como aconteceu por exemplo no caso do saque emergencial do FGTS em 2020. Ou seja, você não poderá retirar o lucro do FGTS separadamente, mas ele passará a integrar seu saldo 

As regras de saque do saldo do FGTS não mudam. Você só tem direito de acessar esse valor caso: queira financiar um imóvel; seja demitido sem justa causa; fique três anos sem trabalho com carteira assinada; ou até mesmo porque escolheu a modalidade saque-aniversário. Estes são alguns dos exemplos em que é permitido fazer o saque do FGTS. 

Então quando será depositado o lucro do FGTS, e quanto?

Os valores serão depositados na sua conta do FGTS – que segue regras específicas para ter direito ao saque. A previsão é que até o dia 31 de agosto de 2021 sejam depositados os lucros em todas as contas do FGTS, segundo a Caixa Econômica Federal. 

O saldo da sua conta FGTS no dia 31 de dezembro de 2020 será a base de cálculo de quanto deverá ser depositado, utilizando o índice 0,019%. Então quanto maior o saldo, mais você receberá. 

Exemplo: Se você tinha R$ 3.000 na sua conta do FGTS, receberá R$ 57 (3.000 x 0,019).

Mesmo que você não tenha recebido depósitos em sua conta do FGTS em 2020, ou até mesmo que todas suas contas sejam inativas, você receberá o lucro: o importante é que você tivesse saldo na conta em 31 de dezembro de 2020. 

Extrato FGTS: como consultar?

É possível consultar o saldo do seu FGTS por meio do aplicativo FGTS (disponível para Android e iOS), bem como todo o histórico de saques e depósitos. 

Segundo o governo, o rendimento do FGTS neste ano será de 4,29%. O número é maior do que os rendimentos da poupança, que teve um retorno negativo de 2.30% em 2020. 

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história.

3.39

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post