Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Imposto de Renda Tabela do Imposto de Ren...

Tabela do Imposto de Renda 2022: veja as alíquotas e deduções nas faixas de renda

Entenda o que significam as informações da tabela, o que você precisa considerar na hora de calcular e quanto você deve recolher de imposto.



A tabela do Imposto de Renda 2022, disponibilizada pela Receita Federal, é o parâmetro que ajuda a entender quanto cada pessoa deve recolher de IR em parcelas de acordo com as alíquotas de cada faixa de renda. Em outras palavras, é com ela que o contribuinte confere etc. Mas, para entendê-la, é importante interpretar as informações corretamente.

Na última sexta-feira, 24 de fevereiro, a Receita Federal divulgou a Instrução Normativa com informações da declaração do Imposto de Renda 2022 e, assim como nos anos anteriores (desde 2015), a tabela não mudou.

Ganhe controle sobre suas finanças: assine nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo.

Entenda, abaixo, o que você vai encontrar na tabela e como utilizá-la. 

Quais são as informações da Tabela do Imposto de Renda 2022?

Basicamente, a tabela do IR 2022 apresenta três informações essenciais:

  • Base de cálculo;
  • Alíquota;
  • Parcela.

E como funciona a base de cálculo, alíquota e as parcelas a deduzir no IR 2022?

  • Base de cálculo: é o valor usado como base para calcular o imposto, ou seja, os rendimentos tributáveis do contribuinte – sobre os quais incide o IR –, como salários, aluguel, pensão, pró-labore, etc. 
  • Alíquota: é a porcentagem cobrada em cada faixa de rendimentos, ou seja, a alíquota indica a porcentagem que cada contribuinte precisa destinar à Receita de acordo com a renda. É importante observar que a alíquota é progressiva. Isso quer dizer que quanto maior a renda (base de cálculo), maior a alíquota.
  • Parcela a deduzir: é o valor subtraído da cobrança do imposto. Ou seja, a quantia descontada do IR de acordo com a faixa de renda. Assim como a alíquota, a parcela deduzida aumenta de acordo com a faixa de renda. 

Confira, a seguir, a tabela completa

Tabela do Imposto de Renda 2022

Base de cálculo mensalAlíquotaValor a deduzir do IR
Até R$ 1.903,98IsentoR$0,00
De R$ 1.903,98 a R$ 2.826,657,5%R$ 142,80
De R$ 2.826,65 a  R$ 3.751,0615%R$ 354,80
De R$ 3.751,06 a R$ 4.664,6822,5%R$ 636,13
Acima de  R$ 4.664,68R$ 27,5%R$ 869,36
Fonte: Receita Federal

Como funcionam as faixas de cálculo da tabela do Imposto de Renda?

O imposto de cada contribuinte é retido na fonte de acordo com a sua faixa de renda. Vale observar que o valor considerado para a faixa de renda não é considerado o valor bruto de renda. Isso porque o valor de desconto do INSS não entra na conta.

Além disso, a faixa de renda de até R$ 1.903,98 mensais ou R$ 22.847,76 anual é isenta de cobrança, por ser considerada a faixa mais baixa de renda. Rendas maiores do que esse valor e inferiores a R$ 2.826,65 são tributadas em 7,5%. Já os contribuintes na terceira faixa de renda, ou seja, que ganham entre R$ 2.826,65 e menos do que R$ 3.751,06 são tributados em 15%, e assim por diante.

Para entender como esses valores se traduzem no ano, é só multiplicar a base de cálculo mensal por 12. Ou seja, uma renda de R$ 2.826,65 mensal, representa um rendimento de R$ 33.919,80 por ano (R$ 2.826,65 x 12).

Como saber quanto eu devo pagar no Imposto de Renda 2022?

Primeiro, é preciso que você entenda quais são os seus rendimentos tributáveis mensais, ou seja, colocar no papel o valor do seu salário, pensão, prêmios, pró-labore, retirando o desconto de INSS que não é contabilizado. Em seguida, posicione o resultado em uma das faixas de renda.

Já para entender quanto você deve pagar de imposto de renda é necessário fazer esse cálculo:

(salário x percentual de alíquota) – valor deduzido.

Por exemplo, quem recebe R$ 3.000,00 mensais, já descontado o INSS, se encaixa na terceira faixa de renda, na qual incide uma alíquota de 15%. Ou seja, a conta que essa pessoa precisa fazer é:

(R$ 3.000,00 x 15%) – R$ 354,80 = R$ 95,20

Já para saber o montante devido de Imposto de Renda no ano, multiple o resultado por 12 meses. Ou seja: R$ 95,20 X 12 = R$ 1.142,43 no ano.

Ou seja, o contribuinte que recebe R$ 3.000 por mês e teve descontado na fonte o INSS em um valor superior a R$ 1.142,00 no ano deverá receber essa diferença como restituição do IR. Já quem pagou menos, por outro lado, precisa quitar o débito com a Receita Federal na hora da declaração.

Um ponto importante, neste caso, se o contribuinte optar pelo desconto simplificado (20% do rendimento limitado a R$16.754,34) o valor do IR seria menor (R$ 446,24). Ou seja, vale considerar, antes, as formas de declaração. 

Quer saber mais sobre o Imposto de Renda 2022? Acompanhe todas as novidades aqui.

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história. 

4.24

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post