Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Empreender MEI O que é o relatório mens...

O que é o relatório mensal de receitas do MEI?

Esse documento é utilizado para acompanhar a vida financeira do seu negócio ao longo de um ano, e passa a fazer parte da rotina das empresas após a formalização. Entenda mais sobre ele.



Imagem de uma calculadora e uma caneta apoiadas sobre um caderno com anotações

“Virei MEI, e agora?”. É comum não saber exatamente o que fazer logo após formalizar o seu negócio, afinal, são muitas as obrigações jurídicas e financeiras de uma empresa. Uma dessas responsabilidades é justamente o preenchimento do Relatório Mensal de Receitas Brutas do MEI (microempreendedor individual). 

O nome é um pouco auto explicativo: o relatório é um documento que deve ser preenchido mensalmente com toda a quantia financeira movimentada pelo seu negócio ao longo de um mês. Dessa forma, fica mais fácil acompanhar o faturamento que a empresa teve ao longo de um ano. 

Ganhe controle sobre suas finanças: assine nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo.

Apesar de não precisar ser entregue a nenhum órgão do governo, ter esse balanço organizado também é muito útil na hora de preencher a Declaração Anual de Faturamento (DASN-SIMEI), que é uma espécie de “imposto de renda” da empresa. Ele também poderá ajudar em uma eventual prestação de contas. 

A seguir, você descobre como preencher esse relatório e por que ele é tão importante. 

Como fazer o relatório mensal de receitas do MEI?

O processo é simples e pode ser feito manualmente ou digitalmente, seguindo este exemplo de relatório. Você deve informar seu CNPJ, sua razão social e o mês de apuração das informações. 

Logo abaixo, existem três categorias: comércio, indústria e prestação de serviço. Você irá preencher de acordo com a área de atuação específica do seu negócio, podendo deixar o restante em branco. 

Depois disso, é hora de partir para os números: informe a receita bruta recebida ao longo do mês sem a emissão de nota fiscal. Depois, repita o processo, mas incluindo os valores com a emissão de nota fiscal. Ao final, você deve somar as duas receitas para saber qual é a apuração bruta total do mês. 

Feito isso, basta assinar e preencher a data. O relatório deve ser feito sempre até o dia 20 de cada mês, com base nas transações que foram feitas no mês anterior. Simples, não é?

Onde enviar o relatório mensal de receitas do MEI?

Apesar de ter uma data de entrega específica, o relatório mensal não precisa ser enviado a nenhum órgão. No entanto, você deve guardá-lo pelo período mínimo de cinco anos, junto com as suas notas fiscais e outros documentos que comprovem as transações realizadas pela sua empresa. 

Esse processo dá mais segurança a você e a empresa. Caso você seja convidado a prestar qualquer tipo de conta, ter essas informações organizadas e armazenadas pode agilizar o processo. 

Além disso, o relatório também facilitará o preenchimento da Declaração Anual de Faturamento (DASN-SIMEI), já que ela é a soma de todos os relatórios preenchidos ao longo de um ano. 

Leia também:

MEI: conheça todos os compromissos burocráticos desse tipo de empresa

MEI: veja como aumentar o nível de segurança da sua conta gov.br

Como fazer a Declaração Anual Simplificada pelo app MEI

Este texto faz parte da missão do Nubank de lutar contra a complexidade do sistema financeiro para empoderar as pessoas – físicas e jurídicas. Com a conta PJ queremos ajudar donos de pequenos negócios, empreendedores e autônomos a focarem no que realmente importa. Saiba mais e peça sua conta PJ do Nubank.

5

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post