Complete abaixo para pedir sua NuConta e seu cartão de crédito

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro

O que é PIB, como ele é calculado e o que indica

O Produto Interno Bruno é um termômetro da economia. Entenda como ele funciona e porque é tão importante.

Todo trimestre e em todo o final de ano, notícias sobre o resultado do PIB brasileiro se espalham por todos os jornais. Sabemos que ele é um indicador importante para a economia do país, mas do que ele realmente se trata? Afinal, o que é PIB?

PIB é a sigla para Produto Interno Bruto. Ele é considerado o termômetro da economia: quanto maior o PIB de um país, maior sua atividade econômica – e por sua vez, quanto maior a atividade econômica de um país, mais se consome, vende e investe nele.

Cálculo do PIB

O PIB é calculado a partir da soma de todos os produtos e serviços finais produzidos em um país. Esse cálculo é feito pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas). O valor do PIB é representado em reais. 

Um exemplo usado pelo próprio Instituto para explicar como calcular o PIB considerando somente os produtos finais é do pão: se um país produz R$100 de trigo, R$200 de farinha de trigo (feita a partir do trigo) e R$300 de pão, serão considerados R$300 de PIB – pois os valores anteriores já estão embutidos no valor do pão.

O mesmo vale para qualquer outra categoria de produtos ou serviços. Portanto, não são considerados os chamados itens e bens “primários e intermediários” para que não seja feita uma “dupla contagem”.

O que o PIB indica?

O PIB é avaliado a cada trimestre e ao final do ano. Os resultados são comparados com o trimestre ou ano anterior para avaliar o crescimento econômico e atividade do Brasil. 

Em 2018, o PIB foi de R$ 6,8 trilhões. No segundo trimestre de 2019, último valor divulgado, de R$ 1,8 trilhões – isso representa um crescimento de 1% em relação ao acumulado em quatro semestres, segundo o IBGE. 

Ou seja: se a atividade econômica de um país cai em determinado período, seu PIB consequentemente apresentará leve queda; o mesmo vale para a situação contrária. E, se em um ano um país não tiver produzido nada, não terá PIB.

A partir do resultado do PIB, portanto, é possível:

  • Avaliar o seu desempenho ano a ano e ver como a produtividade do país variou ao longo deles;
  • Comparar as economias de diversos países – o PIB do Brasil é diferente do dos Estados Unidos e da Argentina, por exemplo;
  • Chegar ao PIB per capita, que nada mais é do que a divisão do PIB pelo número de habitantes de um país; falaremos mais abaixo sobre ele.

Um detalhe que o próprio IBGE ressalta é de que o PIB é somente um “indicador síntese da economia”. Ou seja: ele ajuda a compreender a economia de um país, mas não indica fatores como a qualidade de vida, educação, saúde e distribuição de renda.

Além disso, muito se fala que o PIB representa a “riqueza” de um país, mas isso não é verdade – ele é meramente um indicador, e não um caixa de dinheiro, como o Tesouro Nacional.

PIB Nominal e PIB Real

Existem dois “tipos” de PIB: o PIB Nominal e o PIB Real. A diferença é simples:

  • O PIB Nominal é calculado a partir dos preços e valores de determinado produto ou serviço no momento em que foram produzidos;
  • O PIB Real, por sua vez, mede o volume físico de um produto ou serviço – isso significa que ele não considera a inflação.

Essa distinção é importante pois o efeito da inflação no PIB pode passar uma ideia errada de crescimento da atividade econômica.

Por exemplo: o PIB de um país, em um ano, é de R$1 trilhão; no ano seguinte, a atividade econômica se mantém constante (sem queda ou crescimento), mas os preços dos produtos apresentam alta de 50%.

O PIB Nominal, por analisar os preços no momento da produção, seria de R$ 1,5 trilhão; e o PIB Real permaneceu constante, de R$ 1 trilhão.

PIB per capita: o que é?

O PIB per capita é, basicamente, a divisão do PIB pelo número de habitantes de um país ou estado. Mas fique atento: ele leva em conta que todas as pessoas tivessem “partes iguais”, segundo o IBGE – isto é, distribuição de renda equilibrada.

Teoricamente, quanto maior o PIB por pessoa, maior o acesso a serviços e qualidade de vida. Sozinho, no entanto, o PIB não indica qualidade de vida ou IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) – um país com PIB alto e população também grande, por exemplo, terá um per capita baixo. 

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.