Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início O Nubank Carreira no Nu Nu Game Changers: engenh...

Nu Game Changers: engenharia e ciência de dados no desenvolvimento de produtos

No quinto – e último – episódio da websérie sobre o trabalho no Nubank, conheça como a engenharia e a ciência de dados nos ajudam a desenvolver soluções mais simples, eficientes e sem tarifas abusivas.



Permitir que cada vez mais pessoas tenham acesso a crédito e a produtos financeiros mais justos e menos burocráticos – Essa tem sido a missão do Nubank desde sua criação em 2013. 


Todas as áreas estão, de alguma forma, envolvidas para que esse objetivo seja alcançado. E os times de engenharia de software e ciência de dados estão no centro do negócio, desenvolvendo soluções escaláveis, seguras e 100% digitais.

Ganhe controle sobre suas finanças: assine nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo.

Data Science: o que é e o que tem a ver com o Nubank

12 motivos para trabalhar com engenharia de software no Nubank

Abaixo, um cientista de dados e um engenheiro de software que fazem parte da nossa equipe contam como a tecnologia tem tudo a ver com o Nubank.

Welberth Nascimento é cientista de dados e entrou para o Nubank há cerca de 1 ano. Parte do seu trabalho é criar modelos que ajudem o Nu a entender melhor, de forma ética, responsável e segura, as necessidades dos clientes que usam nossos produtos.

“Recentemente, fiz parte do desenvolvimento de um novo modelo de negócio para a área de empréstimos. Foi um processo demorado e envolveu muita gente, mas é muito gratificante. Estamos expandindo, aprimorando e adequando os produtos aos nossos clientes. Assim, temos conseguido atender mais gente e de forma eficiente.”

Antoine Chesnais atua no escritório do Nu em Berlim, na Alemanha, desde 2018, e entrou para trabalhar com a linguagem de programação Clojure.

“A linguagem Clojure ainda não é muito conhecida, mas tem crescido de forma constante e visto um número cada vez maior de casos de uso e o Nubank é um deles. Ela torna os programas muito mais curtos e fáceis de manter do que o Java, por exemplo. Isso nos permite concentrar nossos esforços menos em escrever código e mais em oferecer produtos fáceis de usar para aqueles que não têm acesso a serviços financeiros hoje.”

Veja os outros episódios:

Episódio 1

Episódio 2

Episódio 3

Episódio 4

Assista ao quinto episódio da websérie Nu Game Changers:

3.67

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post