Pular navegação

O que é nicho de mercado e como usá-lo para empreender?

Entender o que é nicho de mercado e como definir o público-alvo de produtos e serviços é fundamental para o crescimento de um negócio.

Nicho de mercado

Qualquer empreendedor que deseja ter sucesso nos negócios precisa conhecer as necessidades e demandas de seu público-alvo e o nicho de mercado em que está inserido. Dessa forma, fica mais fácil criar uma base fixa de clientes para vender seus produtos ou serviços. 

Afinal, diferentes grupos de pessoas podem se interessar por uma mesma empresa por motivos diferentes. Saber identificar esses nichos de mercado pode ajudar o empreendedor a desenvolver soluções que o diferenciem perante os clientes.

Descubra, a seguir, o que é nicho de mercado, quais são os tipos e como eles podem ser úteis para fazer o seu negócio crescer.

O que é um nicho de mercado?

Nicho de mercado é uma parte de um grupo de pessoas que se interessa por algo em específico. 

No geral, um nicho tem algumas características em comum e pode influenciar outras pessoas com comportamentos parecidos ou que busquem por diferenciais em suas compras.

Para entender de maneira prática, imagine que você seja o dono de uma agência de viagens e, depois de uma pesquisa com os consumidores, percebe que uma parte deles precisa fazer viagens comerciais recorrentes, mas encontra dificuldades em conseguir bons pacotes e serviços em cima da hora.

Esse pode ser um dos seus nichos de mercado. No caso, para eles, é importante focar em fornecer serviços de qualidade e se tornar um especialista nesse ramo. Isso pode abrir a possibilidade de criar uma carteira fixa de clientes e trazer mais estabilidade para o negócio.

Tipos de nicho de mercado

São quatro os principais tipos de nichos de mercado: geográfico, demográfico, psicográfico e comportamental. Identificar qual deles pode funcionar melhor para a sua segmentação de público pode ajudar a criar uma estratégia certeira para seus objetivos.

Um possível ponto de partida é pensar em formas e comportamentos para focar em grupos mais assertivos e economizar, por exemplo, nos gastos com marketing.

Veja detalhes sobre cada um deles:

Nicho de mercado geográfico

O nicho de mercado geográfico é voltado à localização dos clientes. Ele considera a região, a cidade ou o bairro em que determinado público está. 

Nesse nicho, a empresa precisa considerar recortes culturais ou necessidades específicas da região e do público, que fazem parte da geografia em que ela deseja atuar.

Confira alguns exemplos de aplicação de nicho de mercado geográfico:

  • Loja de aquecedores localizada na região sul do país, onde o clima é mais frio;
  • Loja de biquínis abertas em cidades litorâneas, nos quarteirões mais próximos à praia;
  • Empresa de empilhadeiras que funcionem em regiões em que existem muitas fábricas.

Isso não quer dizer que só essas empresas vão dar certo nesse tipo de localidade. O ponto-chave é de que elas têm mais chances de sucesso devido às particularidades como clima, região e mercado, que fazem parte da geografia desses espaços.

Nicho de mercado demográfico

O nicho de mercado demográfico é voltado às características dos clientes, tais como idade, religião, grau de instrução, profissão, entre outros.

Veja alguns exemplos de uso de nicho de mercado demográfico:

  • Loja de artigos religiosos;
  • Planos especiais de academias, voltados à terceira idade;
  • Livraria especializada em livros médicos;
  • Lojas de cultura nerd ou geek. 

Nicho de mercado psicográfico

O nicho de mercado psicográfico é voltado ao estilo de vida, às preferências, à personalidade e aos valores dos consumidores. Seu foco se dá mais nos hábitos dos clientes e em suas formas de autoexpressão

São exemplos  de nicho de mercado psicográfico:

  • Loja de cosméticos especializada em produtos livre de testes com animais;
  • Loja de brigadeiros;
  • Restaurante vegano ou vegetariano, que oferece, portanto, apenas pratos sem carne animal e derivados;
  • Loja de esportes especializada em artigos de um time específico.

Nicho de mercado comportamental

O nicho de mercado comportamental separa o público com base em hábitos de consumo e comportamentos

Ele busca identificar as necessidades dos clientes e quais benefícios eles buscam em determinados produtos ou serviços. 

Alguns negócios que podem fazer parte de um nicho de mercado comportamental:

  • Perfumaria especializada em produtos para cabelos cacheados; 
  • Pasta de dente criada para quem tem dentes sensíveis;
  • Loja de produtos encontrados no supermercado, mas vendidos por atacado.

Nicho de atuação: o que é e qual a sua importância?

O nicho de atuação é um sinônimo de nicho de mercado, já que envolve a forma como uma empresa segmenta seu público e resolve suas necessidades. 

Empresas concorrentes, como duas marcas de refrigerante, por exemplo, têm o mesmo nicho de atuação e devem procurar estratégias para se diferenciar e oferecer produtos e serviços mais interessantes e de maior valor agregado.

A importância de se definir um nicho de atuação está em concentrar os esforços da empresa no mesmo lugar, permitindo um melhor entendimento do cenário e do público-alvo desejado.

Como definir um nicho de atuação?

Para definir um nicho de atuação, são necessários quatro passos: 

1. Mapear as possibilidades do seu negócio

A definição das possibilidades do seu negócio pode ser um primeiro passo para que seja possível desenvolver soluções reais, que tenham uma boa relação de custo benefício entre tempo e investimento.

Por mais que você mapeie uma necessidade que possa parecer uma grande oportunidade dentro de um determinado nicho de mercado, pode ser que a sua empresa não tenha as condições necessárias para atendê-la agora. 

Uma outra ideia é, em vez de construir algo totalmente do zero, busque um produto ou serviço que esteja mais fácil de ser entregue neste primeiro momento.

2. Definir um público

No segundo passo, a definição de público passa pelos quatro tipos de nicho de mercado citados acima. 

Suponha que você escolheu o nicho psicográfico para segmentação do mercado de produtos sem testes com animais, é possível atuar em diferentes segmentos: restaurantes vegetarianos, roupas fabricadas com algodão orgânico e produtos de beleza, por exemplo.

Feito esse recorte, é importante avaliar se a segmentação escolhida tem um público suficiente para manter o seu negócio operando, considerando a sua forma de atuação. 

Mas, atenção: um público muito segmentado pode não ser suficiente para tornar a empresa sustentável financeiramente. É importante balizar questões de nicho versus investimento disponível.

3. Entender as demandas desse público

Definidas as possibilidades e o público, o terceiro passo é entender melhor esse grupo, por meio de pesquisas. 

Buscar conhecer os hábitos, as dificuldades e as preferências dos seus clientes potenciais contribui muito com o desenvolvimento de soluções adequadas, que é a próxima etapa desse passo a passo.

Também vale pesquisar a concorrência para perceber o que já está funcionando e o que ainda não existe para o nicho de clientes em que você pretende atuar.

4. Atender as necessidades específicas desse grupo

Com todas essas informações em mãos, é hora de ajustar o produto ou serviço oferecido de acordo com as descobertas de mercado e começar a divulgação. 

Uma visão clara de nicho de atuação ajuda na criação de ações de marketing direcionadas, que costumam ser mais eficazes do que aquelas criadas sem focar em um grupo específico.

Gostou desse conteúdo? Confira o vídeo abaixo e saiba como evitar perrengues na hora de começar um negócio.

https://www.youtube.com/watch?v=IDRCZiQWUnY&list=PLTPJoMFW9onvM3pw0bdrxMp79WhWjGKZ0

Leia mais um pouco sobre empreendedorismo e sobre a realidade dos empreendedores:

Vida Nu Corre: os perrengues que ninguém te conta quando você empreende

Empreendedorismo social: o que é, como funciona e qual é o impacto desse tipo de negócio?

O que é ser empreendedor? Pesquisas ajudam a entender