Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro O que é o FMI, Fundo Mo...

O que é o FMI, Fundo Monetário Internacional?

Muito além de poder dar empréstimos, o FMI foi criado para tentar manter estabilidade econômica global. Entenda como funciona a organização e qual o papel dos 189 países membros.

Embora cada país tenha autonomia e total controle sobre suas contas, orçamentos, investimentos e finanças, existe, sim, uma organização responsável por controlar as finanças e a economia internacional – o FMI, sigla para Fundo Monetário Internacional. Mas o que é o FMI? Como ele funciona e onde atua?

O que é o FMI?

O FMI é uma organização supranacional – isto é, tem poder de mando superior aos demais países e pode agir internacionalmente. Ele foi fundado em 1944 nos Estados Unidos na Conferência de Bretton Woods, quando foram estabelecidas as relações comerciais e financeiras entre os países com maior industrialização do mundo. 

O FMI se define como uma organização “trabalhando por uma cooperação monetária global” e que busca “assegurar estabilidade financeira, facilitar o comércio internacional, promover altos níveis de emprego e desenvolvimento econômico sustentável, além de reduzir a pobreza”.

Na prática, o FMI trabalha para evitar  evitar problemas econômicos e outras instabilidades financeiras, como foi a Crise de 1929l. Na época em que foi criado, o FMI ajudou na reconstrução do sistema monetário internacional do pós- Segunda Guerra Mundial, período em que diversos países, em especial na Europa, enfrentavam dificuldades. 

Hoje, a sede do FMI se encontra em Washington, D.C., e conta com 189 países-membros, sendo cada um deles responsável por contribuir financeiramente com o fundo, que será usado se necessário.

Quanto mais riquezas o país possuir, maior será sua contribuição para o FMI; quanto maior a contribuição, maiores serão os empréstimos que os países poderão contratar com o FMI e maior poder de decisão esses países têm – são as chamadas “cotas de participação”.

Os Estados Unidos possuem hojea maior cota de participação no Fundo, com quase 18% de todos os votos da organização. O Brasil possui 2,46% dos votos.

O que faz o FMI?

A atuação do FMI se resume em três grandes pilares:

  • Empréstimos aos países;
  • Vigilância econômica;
  • E Desenvolvimento.

Empréstimos aos países

É ao FMI que os países recorrem quando passam por grandes dificuldades econômicas ou precisam de recursos financeiros para adotar determinada política estrutural ou social. 

O Fundo pode conceder empréstimos aos países, contanto que algumas medidas e ações econômicas (as chamadas políticas de austeridade) sejam adotadas e que sejam cumpridos requisitos estabelecidos pelo FMI.

Vigilância econômica

Além da ajuda financeira, o FMI acompanha periodicamente as políticas econômicas dos países-membros e faz recomendações – no geral, o grande objetivo é garantir a “prosperidade e estabilidade econômica” aos países.

Desenvolvimento

O FMI também pode auxiliar os governos e países ao redor do mundo a “modernizar suas políticas econômicas e instituições e garantir treinamentos”.

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.

5

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post