Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro 13o salário do INSS ser...

13o salário do INSS será adiantado para aposentados todos os anos

Antecipação já tinha sido feita neste ano devido à pandemia do novo Coronavírus. Agora, ela passa a valer de forma oficial para os próximos anos. Veja como vai funcionar.

A partir de 2021, o 13o salário dos aposentados será pago de forma antecipada todos os anos. O anúncio veio por meio de um decreto publicado no Diário Oficial da União no dia 1 de julho, que estabelece novas regras para o pagamento do 13o salário para aposentados do INSS.

Já no ano que vem (2021), a primeira parcela do 13o será paga em agosto, junto com o benefício da aposentadoria, e a segunda parcela em novembro. 

Vale lembrar que, neste ano de 2020, por conta da pandemia do novo Coronavírus, o 13o salário de aposentados do INSS foi adiantado para o primeiro semestre – tanto a primeira quanto a segunda parcela do benefício foram pagas em abril e maio, respectivamente.

Como vai funcionar o pagamento do 13o salário?

Segundo o decreto, o 13o será pago antecipadamente a quem recebe auxílio por incapacidade temporária, auxílio-acidente, aposentadoria, salário maternidade, pensão por morte ou auxílio reclusão.

A primeira parcela, que será paga em agosto, será de até 50% do valor do benefício. Já a segunda parcela, paga em novembro, corresponde à diferença entre o valor total do benefício e o valor da primeira parcela.

Ainda não foram divulgadas as datas de pagamento de 2021 – elas devem ser reveladas até o final deste ano. Normalmente, eles são pagos entre os últimos cinco dias úteis do mês em questão (agosto e novembro) e os cinco primeiros dias úteis do mês seguinte (setembro e dezembro, no caso).

Outras mudanças

No mês de maio, outra mudança referente ao INSS e seus beneficiários foi anunciada devido à pandemia do novo Coronavírus: a suspensão da prova de vida dos beneficiários por 120 dias, valendo desde o mês de abril.

De acordo com a lei, os beneficiários do INSS devem, todos os anos, comprovar presencialmente que estão vivos – a intenção é evitar fraudes e pagamentos equivocados. 

Veja outras mudanças anunciadas aqui.

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.

4

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post