Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro O que e uma pandemia –...

O que é uma pandemia – e o que ela significa no seu dia a dia?

Do nada, essa palavra virou parte da sua vida. Entenda o que é uma pandemia, como entramos em uma e isso afeta o dia a dia.

O mundo vive hoje uma pandemia do novo coronavírus – e é provável que quase tudo que você vem lendo, assistindo ou escutando nas últimas semanas tenha a ver com isso de alguma forma. Mas, no meio de toda essa situação, ficou claro o que é uma pandemia e como isso afeta a vida de cada um?

Para entender o momento que estamos vivendo, é preciso voltar atrás e compreender o que esse termo significa e quais são os impactos para a sociedade.

O que é uma pandemia?

Pandemia é a disseminação mundial de uma nova doença. Essa definição, usada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), pode parecer simples, mas foca no aspecto mais importante da pandemia: a propagação.

Uma pandemia, portanto, não tem a ver com a gravidade da doença, mas com sua capacidade de se espalhar pelo mundo.

Falando de maneira mais ampla, uma pandemia acontece quando uma epidemia atinge escala global, cruzando fronteiras internacionais e afetando rapidamente um número alto de pessoas.

Quem “decide” que estamos vivendo uma pandemia?

Como principal órgão de saúde mundial, a OMS, agência da ONU, é quem decreta a existência de uma pandemia. É ela, também, a fonte oficial de dados sobre a doença, como número de infectados e países atingidos.

Leia mais: Onde conseguir as informações mais recentes sobre o Covid-19?

O que muda quando uma pandemia é anunciada?

Em termos práticos, pouca coisa. A OMS declara a situação e faz recomendações – mas as decisões de combate à doença cabem aos governos de cada país.

A determinação de que o mundo está vivendo uma pandemia, no entanto, tem uma influência grande. Com esse status, a OMS está dando um reconhecimento de gravidade da disseminação – e comunicando ao mundo que é provável que a propagação aumente e que os governos e sistemas de saúde devem se preparar.

A pandemia da Covid-19

No dia 11 de março, a OMS decretou oficialmente que a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, virou uma pandemia. No dia 31 de março, o número de pessoas infectadas passava dos 750 mil, com mais de 36 mil mortes.

No Brasil, os números divulgados até essa mesma data (31 de março de 2020) são de 4.256 infectados, com 136 mortes.

Leia mais: Sars-Cov-2, Covid-19, coronavírus: o que é cada um e outras dúvidas frequentes

Em seu pronunciamento, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, declarou:

“A palavra pandemia não deve ser usada de maneira leviana ou descuidada. Se mal utilizada, ela pode causar medo irracional ou aceitação injustificada de que a luta acabou.”

Além disso, o órgão também foi claro em dizer que não há nenhuma mudança sobre como conter a doença. Antes e depois do pronunciamento, a recomendação segue sendo detectar pessoas infectadas, testá-las, oferecer tratamento e isolamento e rastrear a fonte de contaminação.

A situação atual é séria – mas a melhor maneira de se proteger é seguir as recomendações dos órgãos oficiais de saúde e manter-se atualizado. Dedicamos uma seção do nosso blog às principais informações que impactam sua vida financeira durante essa situação – clique aqui para ficar por dentro.

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.

3.29

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post