Complete abaixo para pedir sua NuConta e seu cartão de crédito

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início O Nubank Nubank divulga seu balan...

Nubank divulga seu balanço financeiro: “Um semestre incrível”

Nosso CFO compartilha e comenta em primeira mão os resultados do balanço financeiro do Nubank. Spoiler: a nossa receita dobrou e aumentamos em 2,5 vezes o número de clientes.

O último balanço financeiro do Nubank, referente ao primeiro semestre de 2019, reflete mais um período incrível de resultados para a empresa: crescemos, inovamos, lançamos produtos, e chegamos a outros países. Acima de tudo, conseguimos entregar ainda mais soluções aos nossos clientes, devolvendo a eles o controle sobre o seu dinheiro.

Chegamos ao final de junho com mais de 10 milhões de clientes, 2,5 vezes o número de 12 meses atrás e com uma taxa de crescimento de quase 50 mil clientes por dia no final do período. A taxa de cancelamento, ou churn, no produto cartão de crédito foi de 0,03% ao mês (ou seja, praticamente zero). 

Crescimento acelerado e saudável

Em termos de números, quase dobramos a nossa receita bruta (receitas operacional e financeira) no período, totalizando R$1 bilhão e com um crescimento de mais de 6% ao mês. 

Por trás disso temos um investimento enorme em tecnologia e em excelência operacional, o que garante a qualidade do nosso atendimento – não por acaso, o nosso NPS segue no patamar de 86, um dos maiores do mundo. O NPS é uma métrica usada por empresas do mundo inteiro para medir o grau de satisfação dos seus clientes.

Além de aumentar o nosso senso de responsabilidade, esse crescimento nos motiva ainda mais a questionar o status quo e trabalhar duro para trazer as melhores soluções para nossos clientes.

Nesse período lançamos empréstimo pessoal, conta PJ e inúmeras melhorias no produto NuConta, como o lançamento da função débito.

O custo total, incluindo o custo de aquisição de clientes, ficou em R$580 milhões. Apesar dos investimentos em crescimento e lançamentos de novos produtos, a métrica custo total por cliente ficou estável, o que sugere um enorme potencial de ganho de eficiência conforme o Nubank siga na sua rota de crescimento. Outra métrica interessante foi a queda de 9% na despesa de provisão para perda de crédito em relação à carteira total de crédito. 

Em outras palavras, estamos crescendo muito, mas de forma consciente, sem aumentar nosso risco. 

Fechamos o semestre com um prejuízo contábil de R$139 milhões – mas seguimos gerando caixa. 

Na verdade, o Nubank já gera caixa desde 2017: isso significa que nossa operação é saudável e não consome dinheiro para se manter. Assim, podemos direcionar todo nosso foco e recursos acelerar nosso crescimento, tanto no Brasil como em outros países. 

Quem está acostumado a ver balanços de bancos talvez estranhe o fato de uma instituição financeira não gerar lucro, mas isso é consequência do crescimento, e esperado. O lucro poderia chegar amanhã, se decidíssemos que este é o momento. Mas não é. Crescer de forma sustentável e, portanto, não gerar lucro nesse momento, é uma escolha do Nubank.

O que gostamos de olhar é a métrica de valor presente por cliente. Cada cliente novo tem uma curva de resultado esperada que gera um resultado crescente ao longo do tempo. Esse retorno é o que paga o investimento inicial que temos na hora de enviar o cartão para os clientes. 

Em uma carteira com tantos clientes novos, no entanto, só conseguiremos ver esses valores nos resultados consolidados quando a taxa de crescimento se normalizar. 

Em resumo: hoje, nossos principais produtos (Cartões, NuConta, Rewards) seguem rentáveis e com geração crescente de caixa, nos dando o conforto de perseguir novas oportunidades – inclusive, em novos países. 

Mais recursos e solidez 

Do lado das captações de recursos, comemoramos a conclusão de algumas operações importantes, com o levantamento de R$500 milhões por meio de um FIDC e mais R$375 milhões por meio de emissão de letras financeiras, sendo R$75 milhões de dívida elegível a capital. 

Além disso, anunciamos a nossa maior rodada de captação em julho de 2019, quando nossa controladora captou US$400 milhões, e dessa vez com foco na expansão geográfica. 

O sucesso destas captações indica principalmente duas coisas. Primeiro, seguimos tendo a validação positiva de um número crescente de investidores. Segundo, estamos extremamente bem capitalizados para suportar todas as nossas iniciativas de crescimento.

Internacionalização

Falando em expansão geográfica, escrevo esse post aqui da Cidade do México onde estamos montando um time incrível e nos preparando para lançar nossos produtos e serviços pela primeira vez fora do Brasil.

É muito bom ver aqui alguns de nossos funcionários que estavam na Rua Califórnia quando o Nubank era uma empresa de menos de 30 pessoas (hoje somos mais de 2 mil). Enquanto isso, o mesmo acontece em nosso escritório na Argentina

Tanto na Cidade do México como em Buenos Aires, teremos hubs de Tecnologia e Desenvolvimento com algumas centenas de desenvolvedores trabalhando neles até 2020.

Nesse semestre tivemos a honra de receber alguns reconhecimentos. Fomos eleitos a melhor instituição financeira do Brasil pela Forbes e a empresa mais inovadora da América Latina pelo ranking da revista Fast Company. Porém, o que nos guia é o reconhecimento de nossos clientes. 

No geral, este foi mais um grande semestre para o Nubank. Transparência é um dos nossos principais valores e ficamos muito felizes de dividir esses números.

Eles refletem o nosso compromisso com o cliente e o quanto estamos trilhando um caminho sólido de crescimento rumo à nossa missão de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira