Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Complete os campos ao lado para pedir sua Conta e Cartão de crédito

Agora complete abaixo para pedir sua conta e cartão de crédito

Precisamos de um CPF válido
Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu e-mail. Precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Empreender MEI Mais jovens se tornaram ...

Mais jovens se tornaram MEIs durante a pandemia, aponta Data Nubank

O estudo sugere que períodos de crise estimulam a "MEIzação". O mesmo fenômeno aconteceu entre 2014 e 2015.

Em momentos de crise, o número de jovens tornando-se MEIs aumenta, aponta a 4º edição do Data Nubank, plataforma que analisa temas do universo financeiro e como eles impactam o cotidiano das pessoas.

Antes da pandemia, em fevereiro de 2020, o fluxo dos mais jovens era de 27%, mas chegou a 30% em agosto do mesmo ano.

Algo parecido aconteceu na crise econômica de 2015. Em dezembro de 2014, 22% dos novos microempreendedores individuais tinham menos de 25 anos. Já em dezembro de 2015, esse número saltou para 26%.

Uma hipótese para esse fenômeno é a necessidade, entre os jovens, de encontrar uma fonte alternativa de renda após perder um emprego formal ou não conseguir entrar para o mercado de trabalho – dado que, em tempos de incerteza, as vagas ficam mais escassas, a competição aumenta e pessoas com menos experiência têm menos chances.

Em geral, adultos entre 25 e 40 anos de idade são a faixa etária com maior representatividade entre os microempreendedores individuais clientes Nubank, com uma média de 54% dos entrantes ao longo do tempo.

O gráfico abaixo mostra, a cada mês, a proporção por faixa etária de clientes Nubank que começaram a empreender nessa modalidade.

Outras descobertas da 4ª edição do Data Nubank

O estudo também mostra que, com o agravamento da crise e do desemprego em consequência da pandemia, muitos brasileiros recorreram ao empreendedorismo como uma forma de se manter.

Em julho de 2020, por exemplo, houve um pico de 20,5% no número de pessoas que se tornaram MEIs entre os clientes do Nubank, em comparação com o mês anterior.

Além disso, as categorias de comércio varejista e de alimentação cresceram durante a pandemia. Entre março e junho de 2020, o número de novos entrantes no comércio varejista cresceu 8 pontos percentuais.

Já os novos MEIs de alimentação representaram 17% do total em maio, em comparação com uma média histórica de 10% antes da Covid-19. Por outro lado, o número de novos MEIs nas atividades de serviços domésticos e de armazenamento e transporte caiu durante a pandemia.

Confira o estudo completo sobre MEIs

Este texto faz parte da missão do Nubank de lutar contra a complexidade do sistema financeiro para empoderar as pessoas – físicas e jurídicas. Com a conta PJ, queremos ajudar donos de pequenos negócios, empreendedores e autônomos a focarem no que realmente importa. Saiba mais.

5

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post