Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Empreender O que é custo fixo e va...

O que é custo fixo e variável? Entenda a diferença

Estes são conceitos básicos para a gestão financeira de um negócio – usados, inclusive, para definir o preço final de um produto ou serviço.

Se você já tem um negócio ou está querendo empreender, entender o que é custo fixo e custo variável é essencial para a saúde financeira da empresa. Afinal, esses conceitos são usados para definir o preço final de um produto ou serviço, elaborar o Demonstrativo do Resultado do Exercício (DRE) e calcular o lucro do negócio, por exemplo.

Primeiro, o que são custos?

Os custos de um negócio são todos os gastos ligados diretamente à produção dos produtos ou serviços oferecidos pela empresa. Por isso, os custos fazem parte do dia a dia de qualquer empreendimento – independentemente do porte ou tipo societário.

Os custos podem ser fixos ou variáveis. Entenda abaixo.

O que é custo fixo?

Custo fixo é um gasto que se mantêm igual independentemente da quantidade de produtos ou serviços vendidos – por isso recebe este nome. Quer a empresa venda mais, quer a empresa venda menos, os custos fixos permanecem os mesmos. 

Exemplos de custos fixos

  • Salário de funcionários;
  • Aluguel de máquinas ou equipamentos envolvidos na confecção de produtos ou prestação de serviços;
  • Manutenção de equipamentos;
  • Entre outros gastos envolvidos na fabricação de um produto ou prestação de serviço que se mantém fixos independentemente da quantidade vendida.

O que é custo variável?

Por outro lado, custo variável é um gasto que varia de acordo com a quantidade de produtos ou serviços vendidos. Se a empresa vender mais, portanto, os custos variáveis aumentam – e vice-versa.

Exemplos de custos variáveis

  • Matérias-primas;
  • Embalagens;
  • Combustível (caso a pessoa use o carro para trabalhar);
  • Mão-de-obra temporária;
  • Entre outros custos envolvidos na fabricação de um produto ou prestação de serviço que variam de acordo com a quantidade vendida.

Custo fixo e variável: como saber qual é qual?

Às vezes, pode ficar difícil entender se um custo é fixo ou variável. Quando isso acontecer, basta se perguntar: “se eu vender mais, vou ter de gastar mais com isso?”. Se a resposta for sim, é um custo variável. Se a resposta for não, é um custo fixo.

Uma pessoa que trabalha como cabeleireira, por exemplo, pode ficar em dúvida se os produtos de beleza – como shampoo e condicionador – entram como custo fixo ou variável. Afinal, é uma compra frequente, mas que varia de acordo com a quantidade de clientes que ela atende. 

Ou seja: se ela tivesse que responder se gastaria mais com produtos de beleza caso atendesse mais clientes, a resposta seria sim. Quanto mais cabelos para lavar, mais shampoo e condicionador ela vai usar. Por isso, esse gasto entra como custo variável.

Por outro lado, se ela precisar comprar um equipamento para atender seus clientes – como um secador ou uma máquina de cortar cabelos –, será que isso entra como custo fixo ou variável?

Como este não é um gasto que varia de acordo com a quantidade de clientes atendidos, ele é contabilizado como custo fixo.

Mas, além de saber diferenciar um custo fixo de um variável, também é essencial conhecer a diferença entre custo e despesa. 

Qual a diferença entre custo e despesa?

Se os custos estão ligados diretamente à produção dos produtos ou serviços oferecidos pela empresa, as despesas estão ligadas aos gastos com a administração do negócio – necessários para manter a companhia funcionando, mas que não influenciam diretamente nos produtos ou serviços vendidos.

Alguns exemplos de despesa são:

  • Aluguel de espaço;
  • Energia elétrica;
  • Internet;
  • Comissões sobre vendas;
  • Materiais de escritório.

Entenda com mais detalhes a diferença entre custo e despesa

Este texto faz parte da missão do Nubank de lutar contra a complexidade do sistema financeiro para empoderar as pessoas – físicas e jurídicas. Com a conta PJ, queremos ajudar donos de pequenos negócios, empreendedores e autônomos a focarem no que realmente importa. Saiba mais.

5

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post