Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Complete os campos ao lado para pedir sua Conta e Cartão de crédito

Agora complete abaixo para pedir sua conta e cartão de crédito

Precisamos de um CPF válido
Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu e-mail. Precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Segurança Digital Cuidado com o novo golpe...

Cuidado com o novo golpe usando o nome da Receita Federal

Golpistas pedem dinheiro para liberar uma suposta encomenda que ficou presa na Alfândega. Golpe é aplicado nas redes sociais.



Se alguém te pedir para transferir dinheiro para liberar uma encomenda que ficou parada na Alfândega, desconfie: pode ser golpe, segundo a Receita Federal.

Funciona assim: o/a golpista geralmente faz contato via redes sociais e começa a se relacionar com a vítima. A pessoa, que afirma ter boas condições financeiras e morar fora do país, diz que uma encomenda enviada para o Brasil estaria presa na Alfândega – um presente enviado à vítima ou parte de sua mudança para o país, por exemplo. Para conseguir liberar o material, a pessoa pede várias transferências ou depósitos para sua conta.

Para tornar a farsa mais real, o/a golpista até encaminha mensagens com informações de contatos falsos de fiscais da Receita.

Para não cair nessa, a Receita Federal faz algumas recomendações e esclarecimentos:

  • A Receita Federal nunca liga ou manda mensagens cobrando pagamentos para liberar mercadorias;
  • O pagamento de tributos federais sempre é feito por meio do DARF, o Documento de Arrecadação de Receitas Federais – e nunca por depósito ou transferência em conta;
  • Caso exista alguma encomenda por via postal, os Correios são responsáveis pelos procedimentos;
  • Caso a encomenda venha por Remessa Expressa (Courrier), deve ser por meio de uma das empresas habilitadas pela Receita (confira a lista completa);

Se você ou alguém próximo for vítima desse golpe, a Receita Federal pede que procure a Delegacia de Polícia Civil Especializada para fazer a denúncia.

Veja mais dicas para não cair em golpes:

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história.

5

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post