Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início O Nubank Carreira no Nu As lições do time de Ana...

As lições do time de Analytics Engineering do Nubank para estimular a criatividade

Manter a cultura e o conhecimento de uma área em hipercrescimento pode ser um desafio. O time de Analytics Engineering do Nubank encontrou uma solução.



É comum que, conforme empresas crescem, alguns valores se percam. O sucesso é ótimo, mas manter os valores daquele time pequeno, que começou o negócio, é essencial para o futuro dele.

Foi pensando nesse cenário que o chapter de Analytics Engineering do Nubank decidiu, desde cedo, que precisava criar um ritual – que acabaria se tornando um dos eventos mais importantes do time até hoje. 

Ganhe controle sobre suas finanças: assine nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo.

Pepijn Looije, um dos pioneiros no chapter, conta que quando eles ainda eram apenas quatro profissionais, já se perguntavam como poderiam garantir crescimento saudável sem deixar que as conexões e troca de conhecimentos se perdessem.

Depois de pesquisarem soluções para serem implementadas desde o início, os engenheiros perceberam que o time de Design do Nubank já enfrentava o mesmo problema, e encontrou uma solução que poderia ser adaptada para o contexto do chapter. A inspiração veio da carta dos fundadores do Google na ocasião do IPO da empresa, em 2004.

“Nós incentivamos nossos funcionários, além de seus projetos regulares, a gastar 20% de seu tempo trabalhando no que eles acham que mais beneficiará o Google. Isto os capacita a serem mais criativos e inovadores. Muitos de nossos avanços significativos aconteceram desta maneira”

Larry Page e Sergey Brin, fundadores do Google

Assim nasceu o TGIF, sigla para Thank God It’s Friday, traduzido livremente para o português como “Graças a Deus é Sexta-Feira” – o bom e velho Sextou, para nós, brasileiros. Então o time tinha 20% de seu tempo reservado para essas interações e ideias, tinha a intenção de fazer essas trocas, e de manter a conexão. E agora? Veja, abaixo, como foi o processo para tornar o TGIF uma prática constante e produtiva.

Antes de tudo: as contratações

A primeira medida complementar ao ritual foi definir critérios para as próximas seleções e contratações. Em outras palavras: só seria possível garantir que a cultura se mantivesse se o time contratasse pessoas alinhadas ao pensamento do chapter de Analytics Engineering.

Para isso, definiram as perguntas que seriam feitas às pessoas candidatas, quais habilidades técnicas eram esperadas e quais parâmetros comportamentais seriam indispensáveis.

Mesmo assim, como manter essa cultura criada por quatro pessoas? Como agrupar times times multidisciplinares e fisicamente distantes mesmo antes da pandemia? Como ter certeza de que todos estariam crescendo juntos e compartilhando os conhecimentos necessários para um desempenho da função?

Para essas questões, a evolução da TGIF trouxe algumas respostas.

TGIF: da gênese ao futuro

Todo começo de projeto é cheio de oportunidades e aprendizados, e com a TGIF não seria diferente. Observando os três momentos das apresentações usadas nos encontros dá para notar uma evolução que vai além do aspecto mais óbvio, que é o design e a identidade visual.

No início, os temas eram apenas debatidos, como parte de uma pauta do dia. Rapidamente o encontro evoluiu para algo maior, um momento que pertencia ao time para dar oportunidade às trocas e à celebração do momento. Era preciso começar quebrando o gelo, apresentando novatos, ou simplesmente papeando enquanto tomavam um café.

“Compartilhando experiências, nós observamos pontos de melhoria e atuamos em diversos chapéus, desde a concepção, prototipação, ciclos de melhoria contínua até a entrega de uma guilda de onboarding que ainda hoje existe e já recebeu mais de 200 membros seguindo nossos processos. É desafiador demais e gratificante poder atuar numa oportunidade que foi identificada e vai fazer a vida das próximas pessoas ainda melhor” 

Apolo Takeshi, Analytics Engineer no Nubank

A partir do debate de ideias e exposição de problemas, ou mesmo pedidos de dicas, surgiram os TGIF Projects. Eram projetos pautados por dois dos valores mais importantes do Nubank: 

  • “We think and act like owners”, ou seja, nós pensamos e agimos com mentalidade de dono;
  • “We build strong diverse teams”, que significa que nós construímos times fortes e diversos. 

Pensando nisso, o time conseguiu despertar ideias que ainda não haviam sido cogitadas, ou mesmo novas adaptações para soluções com um pouco do conhecimento prévio de um ou outro membro da equipe. Assim, os Analytics Engineers conseguiram aprender e compartilhar o conhecimento de forma mais efetiva.

Alguns dos projetos desenvolvidos a partir de encontros da TGIF:

Ferramentas 

  • Para comparar diferenças entre datasets (exemplo: quando você faz um ajuste no dado e quer garantir que não foram introduzidas regressões);
  • Para notificar usuários quando seus dados fogem a determinado padrão.

Pesquisas sobre tópicos e conceitos

  • Que mais tarde se tornaria o CORE datasets;
  • Oportunidades na forma de distribuição da informação.

Atividades orientadas à governança e manutenção do chapter:

  • Onboarding;
  • Princípios do Chapter;
  • Seleção e contratações;
  • Eventos.

Como implementar um ritual como a TGIF?

A todos os times que pretendem criar um espaço de encontro e manutenção de cultura como fizeram os Analytics Engineers do Nubank, vale se atentar às quatro dicas de ouro que podem ajudar no processo.

  1. Manter-se fiel ao desejo original (no caso de AE era a troca de conhecimento e integração da equipe);
  2. Começar mesmo sem ter 100% de certeza de como fazer;
  3. Continuar tentando até acertar;
  4. Não desistir, e voltar à primeira dica.

“Participei de um projeto do TGIF para definição dos princípios do chapter (nossa missão, visão e valores). Uma coisa que me chamou muito a atenção foi que, mesmo recém-chegada no chapter e no Nubank, ainda assim eu tive total conforto e autonomia para ajudar no desenvolvimento do projeto, trazendo sugestões, debatendo ideias e liderando algumas etapas e ações. O projeto em si foi muito bacana pois me proporcionou a oportunidade de conversar e conhecer diversos AEs, além de captar como cada um enxergava a essência do chapter”

Lorena Borges, Analytics Engineer no Nubank

Atualmente, o time de AE tem 115 membros, e já experimentou diversas opções para manter a relevância da reunião e continuar conectando tantas pessoas mesmo em um cenário totalmente remoto, depois do início da pandemia, em março de 2020. Alguns exemplos de ações:

  • Utilizar o horário para Happy Hour e integração;
  • Reuniões:
  • Na mesma sala virtual;
  • Em ambientes customizáveis;
  • Em pequenos grupos (breakout rooms);
  • Jogos online;
  • Apenas áudio.
  • Compartilhamento de Conhecimento:
  • Apresentações (internas ou convidados externos); 
  • Documentação;
  • Gravação (áudio e vídeo).
  • Projetos desafiadores que permitem experimentar diversas competências como Agile, Product Management, Arquitetura de Software, etc:
  • Debates Teóricos
  • WhiteBoarding
  • Provas de Conceitos
  • Governança
  • Produtos e Serviços

“No meu primeiro TGIF foi apresentado um projeto a respeito de governança do nosso chapter, que pretendia melhorar tópicos como progressão de carreira, desenvolvimento dos membros, onboarding, documentação e etc. O que mais me impressionou naquele dia foi o engajamento de todos os membros do chapter em propor ideias e em ajudar uns aos outros para que todos esses tópicos tivessem o melhor resultado possível”

Thiago Farias, Analytics Engineer no Nubank

Leia mais:

Como é o processo seletivo para Analytics Engineer no Nubank?

Quer trabalhar no Nubank? Veja estas 8 dicas

5

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post