Início Seu Dinheiro Dólar PTAX: o que é e ...

Dólar PTAX: o que é e como funciona?

Faz compras internacionais no cartão? Então é bom entender como a taxa Ptax afeta a sua fatura no fim do mês.

Quem faz compras no exterior com cartão de crédito já deve ter visto esse nome: Ptax. Trata-se de uma taxa usada para calcular, em Reais, o preço dos gastos internacionais. Mas… De onde veio essa taxa? E o que é o dólar Ptax?

Sempre que um brasileiro usa seu cartão de crédito fora do país, é preciso converter o valor das compras da moeda estrangeira para o Real. Os bancos e administradoras de cartões são livres para decidir qual taxa de câmbio usar, mas a maioria – inclusive o Nubank – usa o dólar Ptax como referência.

O dólar Ptax não é uma taxa obrigatória: ela serve como referência para as instituições financeiras que trabalham com câmbio.

A taxa Ptax é calculada diariamente pelo Banco Central com base na média das taxas de compra e venda praticadas pelos bancos brasileiros. Ou seja: existem várias empresas e pessoas comprando e vendendo dólar no Brasil ao longo do dia. A Ptax é uma média dessas operações.

Isso significa que a  Ptax está ligada diretamente às oscilações do dólar. Quando o dólar passa por um dia de alta, ela tende a também aumentar; e vice-versa.

Como é calculada a taxa Ptax?

O BC realiza consultas às taxas do dólar, tanto de venda como de compra, quatro vezes ao dia para calcular a média (entre 10h e 10h10; entre 11h e 11h10; entre 12h e 12h10; e, por fim, entre 13h e 13h10).

A partir dos números registrados em cada uma, o BC calcula a média da taxa de câmbio e a divulga logo após última consulta.

Um exemplo:  Supondo que em um dia, entre as 10h e 13h, o dólar oscile e o BC registre as seguintes cotações: R$ 3,955, R$ 3,961, R$ 3,965 e R$ 3,599. A taxa Ptax, portanto, será a média desses valores: R$ 3,87.

Essa é a taxa de câmbio utilizada pela maioria das administradoras de cartões e bancos do Brasil. Ela pode ser consultada diariamente no site do Banco Central.

Além da taxa Ptax, em cada compra também é cobrada uma taxa de Spread sobre o valor da Ptax para cobrir os custos operacionais das instituições. Ela é de aproximadamente 4%, mas varia conforme a instituição.  Isso vale também para saques no exterior feitos com cartão de crédito.

Quando a Ptax estiver em R$ 3,87, por exemplo, uma compra de 15 dólares no cartão de crédito totalizará R$ 59,59 – R$ 58,05 na conversão direta mais R$ 1,548 de taxa de Spread.

Taxa de compra e taxa de venda

Vale dizer que existem duas taxas Ptax – a Ptax de Compra e a Ptax de Venda. Quando você faz gastos no exterior ou saques no exterior usando o cartão de crédito, a taxa cobrada é a Ptax Venda – como se o banco ou administradora do cartão estivesse vendendo a moeda para o cliente.

A Ptax Compra é usada somente pelas instituições financeiras: é o preço que os bancos pagam pela moeda que é ofertada aos clientes.

Em todos os casos, a Ptax venda é mais alta. Isso porque inclui os custos operacionais das instituições financeiras.  

Como a Ptax afeta seu bolso?

Além de afetar o custo de viagens internacionais e compras feitas em dólar, a Ptax também tem impacto no preço de produtos importados.

Para ficar mais claro: um produto produzido em outro país é comprado por revendedores brasileiros em Dólar para depois ser revendido em Reais. Como, normalmente, o Dólar Ptax é a taxa usada, quanto maior ela ficar, maior tende a ser o custo do produto em questão no Brasil.

Em resumo: qualquer variação do câmbio do dólar e, portanto, da taxa Ptax, afetará o consumidor de várias formas. Aumentando a Ptax, as compras feitas no exterior ficam mais caras, assim como o preço de produtos importados no Brasil; aumentando o dólar turismo, o preço de passagens aéreas também aumenta.

Por fim, vale lembrar: a cotação do dólar Ptax é diferente das cotações do dólar turismo e comercial.

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.

Digite seu nome

Quero receber a newsletter