Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início O Nubank Balanço Nubank 2020: ap...

Balanço Nubank 2020: apoiando 33 milhões de clientes

O Nubank fechou o ano com R$ 29 bilhões de depósito de clientes e quase o dobro da receita. Entenda o nosso balanço financeiro explicado pelo CFO Guilherme Lago.

O balanço financeiro do Nubank em 2020 traz números expressivos: chegamos a 33 milhões de clientes, nossas receitas aumentaram 79%, e fechamos o ano com cerca de R$ 29 bilhões em depósitos (número 2,6 vezes maior em relação a 2019). Mas o que tudo isso significa?

Mais do que crescimento sólido, os resultados mostram que o Nubank foi uma parte importante da vida financeira dos brasileiros. O valor de depósitos em caixa, em especial, mostra que as pessoas viram na conta do Nubank um porto seguro para seu dinheiro em meio a um período tão difícil.

Em média, 36 mil pessoas por dia se tornaram clientes do Nubank em 2020. Pessoas que puderam contar com produtos fáceis de usar, sem tarifas abusivas e também com atendimento humano e condições especiais de negociações de dívidas na pandemia.

Essa confiança é a maior prova de que seguimos avançando na nossa missão. O Nubank nasceu para simplificar a vida das pessoas e devolver a elas o controle sobre o seu dinheiro. E, ao olhar para o nosso balanço financeiro de 2020, a gente vê que está no caminho certo.

Abaixo, comento um pouco mais sobre os principais números do nosso balanço e o que eles significam.

Balanço Nubank 2020: crescimento saudável para apoiar os clientes

O ano de 2020 mostra que o Nubank continua crescendo com rapidez e de uma forma saudável: lançamos novos produtos e soluções que atendem cada vez mais brasileiros e nosso resultado operacional fica cada dia melhor:

  • Depósitos de clientes: R$ 29 bilhões em dezembro de 2020, um aumento de 2,6 vezes em relação a dezembro de 2019 e o maior patamar já alcançado;
  • Receitas de intermediação financeira: de forma simplificada, esse é o total da nossa receita. Elas atingiram R$ 5 bilhões, 79% maiores que no ano anterior;
  • Número de clientes: passamos de 20 milhões de clientes em 2019 para 33 milhões ao final de 2020 – um crescimento de 68%, com 36 mil novos clientes por dia.
  • Mais transações no cartão de crédito: foram R$ 95 bilhões em compras, um aumento de 49% desde 2019.
  • Empréstimos: mais de R$ 1 bilhão emprestados de forma totalmente digital e sem burocracias ou necessidade de ir a uma agência em meio à pandemia.
  • A melhor experiência do Pix: encerramos 2020 com 28 milhões de chaves Pix cadastradas (um quinto de todas as chaves no Brasil) e criamos uma experiência fácil, prática e educacional para ajudar as pessoas a entenderem o novo meio de pagamentos do Banco Central.

Além disso, lançamos um Seguro de Vida e anunciamos três aquisições – a Easynvest, a empresa norte-americana Cognitect e a plataforma de tecnologia Plataformatec.

Também vimos a inadimplência, historicamente baixa entre nossos clientes, cair ainda mais em 2020 – basta ver o saldo de operações em atraso por 90 dias ou mais (Créditos classificados entre os níveis E e H pela Resolução no 2.682/99 do CMN). Em 2020 o saldo destas operações representou 3,7% da nossa carteira total (vs. 4.4% em 2019).

A saúde financeira dos nossos clientes é uma prioridade – algo que buscamos reforçar constantemente com conteúdo e produtos que ajudam na organização pessoal.

Resultado operacional melhor a cada ano

O aumento de 79% nas receitas de intermediação financeira é muito significativo –  só no segundo semestre de 2020 elas foram quase equivalentes ao ano inteiro de 2019, chegando a um total de R$ 5 bilhões nos 12 meses.

Em épocas de balanço financeiro, sempre ouvimos a mesma pergunta: “e o prejuízo, Nubank?”. O prejuízo líquido foi 26% menor em 2020 em relação a 2019: um total de R$ 230 milhões neste ano, contra R$ 312 milhões no ano anterior. 

Esse resultado mostra que nossas receitas estão crescendo em um ritmo maior que as despesas. Mas por que o Nubank continua dando prejuízo? 

Já explicamos, mas é sempre bom reforçar: o prejuízo é uma decisão de negócio. Escolhemos, agora, seguir investindo a margem que geramos em times, serviços e produtos, em vez de já realizar lucro. Podemos gerar lucro a qualquer hora, mas, neste estágio da nossa empresa, queremos seguir crescendo junto com os nossos clientes. Esse modelo é adotado por algumas das maiores empresas de tecnologia do mundo e tem o apoio dos nossos investidores.

Vale lembrar que o Nubank é hoje uma das startups mais valiosas do mundo – em janeiro de 2021 passamos por uma nova rodada de investimentos atraindo mais de US$ 400 milhões para apoiar principalmente o crescimento internacional em México e Colômbia.

Em resumo, o ano de 2020 foi mais uma prova de que nossas decisões focadas nos clientes seguem acertadas.  Crescemos muito, diminuímos nosso prejuízo, lançamos novos produtos e chegamos em mais pessoas.
Mais do que números, são os comentários dos nossos milhões de clientes, que nos consideraram uma das marcas mais amadas do Brasil no ano passado, que mostram que estamos no caminho certo.

4.89

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post