Fala, Nubank

Quem são os investidores do Nubank?

Saiba mais sobre os fundos internacionais que apoiam o crescimento do Nubank.

O Nubank foi fundado no Brasil em maio de 2013 pelo colombiano David Vélez, o americano Edward Wible e a brasileira Cristina Junqueira.

A empresa surgiu como uma fintech – uma startup focada em resolver problemas financeiros usando a tecnologia. A palavra fintech vem do inglês “financial technology”, ou “tecnologia financeira”.  

Desde então, o Nubank recebeu seis rodadas de investimento – seis grandes aportes financeiros que contaram com a participação de um ou mais fundos de investimento e empresas de venture capital.

A cada rodada, o Nubank ganha ainda mais força no cenário internacional e consegue mais recursos para desenvolver produtos e serviços cada vez melhores e mais inovadores.

Histórico de rodadas

A primeira rodada de investimento do Nubank foi em 2013, de US$ 2 milhões, e teve a participação da Sequoia Capital e da Kaszek Ventures.

Essa rodada é a chamada “seed money”, termo usado para indicar o primeiro investimento que uma startup recebe. Como o próprio nome indica – “seed” é a palavra em inglês para “semente” – esse é investimento que ajuda startups a começarem a operar e dar seus primeiros passos.

Sede do Nubank em São Paulo

As rodadas de investimento que vêm em seguida começam a ser chamadas de Série – A, B, C e daí em diante. Uma rodada Série A, por exemplo, é o primeiro passo após o investimento “semente”.

As rodadas de investimento do Nubank são as seguintes:

Os investidores do Nubank

Cada participante de uma rodada de investimentos se torna um investidor do Nubank. Portanto, são nossos investidores: Sequoia Capital, Kaszek Ventures, Tiger Global Management, QED Investors, Founders Fund, DST Global, Redpoint Ventures, Ribbit Capital, Dragoneer Investment Group, Thrive Capital e Tencent.

Saiba mais sobre cada um deles:

Sequoia Capital

A Sequoia é uma empresa de venture capital que já investiu em mais de 250 startups e empresas, entre elas o Google, Apple e Yahoo!, em diversos países. Ela investe em empresas do setor de finanças, energia, saúde e internet, e hoje conta com nove escritórios espalhados pelo mundo

Executivos como Steve Jobs, Larry Ellison, John Morgridge, Jerry Yang, Elon Musk, Larry Page, Jan Koum, Brian Chesky, Drew Houston, Adi Tatarko e outros estão entre os que lideraram empresas que receberam investimentos da Sequoia.

Além disso, as companhias em que a Sequoia investiu hoje representam mais de 20% do valor total da NASDAQ, bolsa norte-americana em que estão listadas empresas de tecnologia.

Kaszek Ventures

A Kaszek foi fundada em 2011 por Nicolás Szekasy e Hernán Kazah, ex-CEO e cofundador do MercadoLibre. Ela é um fundo de venture capital latino-americano que atua em três capitais: São Paulo, Buenos Aires e Cidade do México, buscando empresas de tecnologia que têm alto impacto.

Tiger Global Management

A Tiger Global Management já investiu em empresas como SurveyMonkey, Warby Parker, Yandex, Facebook, LinkedIn, Flipkart, Netshoes e 99, entre outras. Seus investimentos também são focados em empresas de tecnologia e internet.

QED Investors

O fundo norte-americano investe em empresas do setor financeiro que ainda estão em estágio inicial. Elas são, em sua maioria, da América Latina, do Reino Unido e dos Estados Unidos. Algumas das startups que receberam investimentos do fundo são a SoFi, LendUp e GreenSky.

Founders Fund

Founders Fund investe em empresas do setor de ciência e tecnologia dedicadas a resolver alguns dos maiores desafios do mundo. O fundo e seus sócios foram investidores iniciais de algumas das empresas mais proeminentes das últimas décadas, como SpaceX, Palantir, Facebook e Airbnb.

DST Global

A empresa já participou de 75 rodadas de investimentos diferentes, das quais liderou 33. Xiaomi, Twitter e Facebook estão entre as empresas que já tiveram a DST como investidora. Fundada em 2009 pelo investidor Yuri Milner, ela atua exclusivamente com empresas relacionadas à internet e lidera esse setor.

Time do Nubank

Redpoint Ventures

Além do Nubank, o fundo de venture capital norte-americano investe em outras startups brasileiras, a Viajanet e OpenEnglish. Netflix, Zendesk e PSafe também estão no seu portfólio.

Ribbit Capital

O fundo norte-americano aposta, no geral, em startups do setor financeiro e de seguros, as chamadas fintechs e insurtechs. Todas as startups em que investe também estão em estágio inicial – isto é, que estão buscando investimentos para começar a operar.

Dragoneer Investment Group

O Dragoneer é um fundo de investimento com sede em São Francisco, nos Estados Unidos, que investe em uma variedade de empresas ao redor do mundo – em especial, negócios ligados à tecnologia. Dragoneer já investiu em empresas como Airbnb, Alibaba, Etsy, Facebook, Netflix, Spotify, Uber, entre outras.

Thrive Capital

A empresa de venture capital e private equity norte-americana foi fundada em 2009 e já investiu, desde então, em empresas como Instagram, Spotify, Harry’s e Oscar.

Tencent

A companhia chinesa foi fundada em 1998 e hoje tem ações negociadas na bolsa de valores de Hong Kong. Ela é dona do aplicativo WeChat, o mais famoso na China, da rede social chinesa QZone e da Weixin, todas provedoras de conteúdo digital, além de prestar serviços de pagamentos, segurança, serviços na nuvem e inteligência artificial para seus parceiros.

O investimento no Nubank marcou a primeira aposta da Tencent no Brasil.

Tags

Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *