Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início O Nubank “O trabalho da TI ...

“O trabalho da TI é cuidar das pessoas – agora, mais do que nunca”

Diogo Comin, o DioDio, é líder da área de TI e Operações do Nubank. Aqui, ele fala sobre o propósito do seu time e sobre como conseguiu montar uma estrutura para que 2600 Nubankers trabalhassem de casa durante a pandemia.

Chegar no escritório e conectar o notebook no wi-fi; entrar em um call remoto; responder a um e-mail e salvar alguns arquivos em uma pasta. A maioria das pessoas não para pra pensar na complexidade de cada uma dessas operações do ponto de vista da tecnologia da informação – e, para ser sincero, nem deveria. 

A verdade é que, seja em casa ou no trabalho, a gente tende a só perceber a “tecnologia” quando ela dá errado.

Quando a internet cai, o computador trava ou a rede não funciona…  Por isso, no meu time, costumo brincar que nosso trabalho em TI é sinônimo de sucesso quando é invisível: tudo funciona, tão bem e rápido, que ninguém percebe. 

Em uma situação normal, o dia a dia do time de IT Ops do Nubank é garantir que nossos funcionários tenham recursos físicos e virtuais para trabalhar e atender os clientes da melhor forma possível – desde computadores, automações, wi-fi, até catracas de entrada no prédio e câmeras de segurança. 

Hoje, no entanto, não estamos vivendo uma situação normal. A pandemia do novo coronavírus colocou os times em uma situação inédita: trabalhar em casa, com crianças, familiares, rotina alterada e preocupações crescentes com a saúde e o futuro. 

Em meio a tantas incertezas, a gente se pergunta todos os dias: como podemos dar mais tranquilidade para as pessoas? Como garantir que a tecnologia que os Nubankers precisam para trabalhar não vai ser (mais) um motivo de preocupação em casa?

Boa parte da resposta já existia – graças ao trabalho que o Nubank fez investindo em infraestrutura. 

Cuidado e preparo para o distanciamento  

No dia 12 de março, 100% dos funcionários do Nubank migraram para o trabalho remoto. Isso só foi possível porque, ao longo do ano passado, construímos uma estrutura super resiliente e segura que nos permitiu virar essa chave e colocar mais de 2600 pessoas em home office em algumas horas.  

De certa forma, a internacionalização do Nubank também nos ajudou a estar mais preparados para esse momento. Ao longo dos anos, já vínhamos fazendo vários testes com nossos escritórios internacionais – testamos muito a VPN (rede virtual privada, usada para conexões seguras) com os times em Berlim, Cidade do México e Buenos Aires. 

Ou seja: antes da pandemia no Brasil, a gente já havia aprendido muito conectando os times de outros países e tínhamos uma infraestrutura pronta para virar a chave.  

Do ponto de vista da empresa, essa infraestrutura não é só necessária para garantir o trabalho dos times, mas também a segurança das informações – uma rede encriptada, segura, e sistemas que já estavam implementados para a proteção de dados garantiram que essa migração não fosse um problema. 

Com isso, o time de TI conseguiu continuar dando apoio a todas as questões de rotina que podem aparecer: uma máquina que quebra, senhas que são esquecidas, acessos que precisam ser liberados…

Afinal, o dia a dia da empresa precisa seguir seu curso – e a gente está aqui para garantir que isso aconteça, mesmo que a rotina já não seja mais exatamente a mesma. 

A gente segue cuidando das pessoas, porque essa é nossa filosofia: cuidar dos clientes (que, no nosso caso, são os funcionários do Nubank) é o melhor que podemos fazer para a empresa. 

E, nesse momento, a gente da TI entende que uma dose ainda maior de cuidado e empatia podem ajudar muito.  Estamos todos enfrentando uma situação atípica…

Assim como tantos Nubankers, eu também tenho filhos pequenos. Também divido meu tempo trabalhando e ajudando com lições, cuidando da casa, fazendo a comida… E, claro, também fico bem irritado se a conexão de casa cai. Isso pode ser normal – especialmente com tantas pessoas acessando ao mesmo tempo.

O conselho que eu dou para meus amigos que mandam mensagem pedindo ajuda quando a internet está falhando é simples: já tentou desligar e ligar de novo o modem para ver se volta? Costuma dar certo – e existe até uma explicação técnica por trás disso. Mas esse é um assunto que podemos deixar isso para outro post. 

4.62

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post