A peso de ouro

Os alimentos que subiram de preço na reta final de 2020.

9 de dezembro de 2020

Mais um mês, mais uma alta

A inflação em novembro foi de 0,89% – maior alta para o mês nos últimos cinco anos.

Os alimentos estão entre os itens que mais encareceram

Sozinho, esse grupo teve um aumento de 12,14% no ano. Nos últimos 12 meses, a alta é de 15,94%.

Os campeões dos aumentos

em novembro de 2020

Batata-inglesa

Aumentou 29,65%

Carne

Aumentou 6,54%

Tomate

Aumentou 18,45%

Óleo de soja

Aumentou 9,24%

Arroz

Aumentou 6,28%

A alta dos alimentos tem duas explicações principais: - Dólar alto, que estimula a exportação e diminui a oferta dentro do Brasil; - Aumento da demanda interna, com os auxílios financeiros levando as pessoas a buscarem mais por itens básicos.

Ou, em outras palavras...

demanda maior + oferta menor = preços mais altos

Vale lembrar, no entanto, que a inflação de 2020 ainda está dentro da meta de 4% – pela regra vigente, qualquer valor entre 2,5% e 5,5% está dentro da margem.