Prazo para empresas renegociarem dívidas com a Receita Federal se encerra em uma semana 

Veja o que fazer para parcelar dívidas com descontos e manter seu negócio regularizado

Se você é MEI, micro ou pequeno empreendedor com débito no Simples Nacional, fique de olho no prazo: no dia 31 de maio se encerra o período de adesão ao programa da Receita Federal que oferece descontos e parcelamentos de dívidas.

O Relp, Programa de Reescalonamento do Pagamento de Débitos no Âmbito do Simples Nacional, foi criado para ajudar empreendedores a lidar com os efeitos econômicos da pandemia de Covid-19.

Ele permite a renegociação de dívidas em até 15 anos, em que o contribuinte pode receber descontos de até 90% nas multas e juros equivalentes à queda de faturamento entre março e dezembro de 2020 (calculado em relação a 2019).

Parcelamentos rescindidos ou em andamento também podem ser incluídos.

Até mesmo empresas que não se enquadram mais no Simples podem participar, desde que as dívidas tenham sido apuradas por esse sistema até fevereiro de 2022.

A adesão ao Relp pode ser feita pelo Portal e-CAC ou pelo site do Simples Nacional. Até o momento, mais de 100 mil empresas já se inscreveram.

Tem dúvidas sobre como fazer a adesão?