PIS-Pasep 2020-2021 é reajustado com novo salário mínimo

6 de janeiro de 2020

Trabalhadores que ainda não sacaram o benefício terão o abono salarial com reajuste. Entenda.

Desde 1º de janeiro, está valendo o novo salário mínimo – que passou de R$ 1.045 para R$ 1.100. Com isso, o abono salarial do PIS-Pasep 2020-2021 também foi reajustado a partir do novo valor.

Com o reajuste, o valor do abono salarial passou a variar entre R$ 92 e R$ 1.100 de acordo com os meses trabalhados em 2019. Quem trabalhou 12 meses, por exemplo, recebe o valor máximo.

O PIS é o abono salarial para os trabalhadores do setor privado, pago na Caixa Econômica Federal. O Pasep é destinado aos servidores públicos por meio do Banco do Brasil.

E quem vai receber o PIS-Pasep reajustado?👉🏽 Trabalhadores nascidos entre julho e dezembro (PIS) ou com número final do benefício entre 0 e 4 (Pasep) que ainda não sacaram o abono salarial;👉🏽 Trabalhadores nascidos entre janeiro e junho (PIS) ou com número final entre 5 e 9 (Pasep) que ainda vão receber o abono conforme o calendário.

Vale notar que, para trabalhadores da iniciativa privada, o calendário de recebimento do PIS leva em conta o mês de nascimento.

Independentemente da data de pagamento, o abono estará à disposição do trabalhador até 30 de junho de 2021 – último dia para receber.

E quem tem direito ao abono salarial? 👀Trabalhadores formais que receberam, em média, até dois salários mínimos por mês e realizaram atividade remunerada por pelo menos 30 dias em 2019.Também é necessário estar inscrito no PIS-Pasep há pelo menos cinco anos e ter os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Confira os calendários de pagamento do PIS-Pasep e veja como sacar

👆🏼