MEI: perdeu o prazo da Declaração Anual Simplificada? Veja o que fazer

MEI: perdeu o prazo da Declaração Anual Simplificada? Veja o que fazer

Ainda dá tempo de acertar as pendências fiscais da sua empresa, mas sem escapar da multa por atraso. Saiba mais

Se você é MEI, já deve conhecer a Declaração Anual Simplificada (DASN-SIMEI).  Ela é uma espécie de "imposto de renda do microempreendedor", pois serve para mostrar à Receita Federal qual foi o faturamento da empresa ao longo de um ano.

O prazo de preenchimento e entrega da DASN-SIMEI se encerrou no dia  30 de junho. 

Se a sua empresa perdeu a data, ainda é possível enviar a declaração, mas sem escapar das multas  pelo atraso.

A multa é de 2% ao mês, limitada a 20% sobre o valor total dos tributos declarados ou ao mínimo de R$ 50.

Toda empresa que atuou em qualquer período no ano de 2021 deve enviar a declaração, mesmo que não tenha faturado ao longo do ano. Neste caso, basta indicar o valor de R$ 0,00 e concluir a entrega do documento.

O que acontece se a empresa não entregar a  DASN-SIMEI?

Além das multas por atraso, o MEI que não entrega a declaração não consegue gerar a guia de arrecadação do Simples Nacional, também chamada de DAS, o que o torna devedor.

Além disso, a empresa pode sofrer com o bloqueio dos benefícios previdenciários e ficar impossibilitada de parcelar dívidas relativas ao período abrangido  pela declaração.

Na entrega da declaração basta informar as receitas receitas obtidas pela empresa durante o ano, de acordo com o tipo de atividade, que pode ser comércio, indústria ou prestação de serviços.

Não sabe como  declarar a  DASN-SIMEI?

Não sabe como  declarar a  DASN-SIMEI? 

☝🏾