8 Dicas do Inmetro para compras de Natal seguras e com qualidade

18 de dezembro de 2020

Daqui uns dias já é Natal – e ainda dá tempo de comprar os presentes. Seja para família, para os amigos ou para você mesmo. Mas é bom ficar atento: O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) faz algumas recomendações para que os consumidores garantam segurança e qualidade na hora de adquirir os produtos.

Sempre conferir se o produto possui o selo de conformidade do Inmetro

1

Ele é uma garantia de que o produto foi identificado e cumpre os regulamentos do Inmetro. Os produtos que exibem o selo estão, de fato, de acordo com os regulamentos. Isso proporciona segurança e saúde para o consumidor.

Exigir a nota fiscal do produto

2

A Nota Fiscal é obrigatória depois de qualquer compra de produtos ou serviços. Ela documenta a transação e é necessária em casos de troca. Além de garantir que o produto é original.

Cuidados com produtos infantis

3

Atenção ao selo de conformidade dos brinquedos e a faixa etária

Os brinquedos para crianças na faixa etária até 14 anos de idade, devem apresentar o selo de conformidade do Inmetro.Já que os itens de segurança são avaliados de acordo com a idade.É importante verificar a existência de dados sobre o conteúdo, instruções de uso, montagem e eventuais riscos associados à criança.

4

Alerta à pilhas e baterias

Pilhas e baterias podem ser encontradas em aparelhos, brinquedos pequenos, relógios, controle remoto, balança e até mesmo em roupas e calçados infantis que piscam.Por isso, a atenção deve ser redobrada!Se soltos, esses componentes correm o risco de serem engolidos, o que pode provocar lesões graves e até fatais. Essas peças devem ser guardadas fora do alcance da garotada.

5

Cuidado com luzinhas de Natal

Pisca-pisca e luminárias natalinas só podem ser comercializadas contendo informações obrigatórias em língua portuguesa, potência máxima do conjunto, nome, marca do fabricante ou importador. As mangueiras de LED ou lâmpadas incandescentes devem ser desenroladas antes de serem ligadas.

Não respeitar essa indicação de uso pode aumentar o risco de acidentes, como incêndios ou curto-circuito.

Também vale observar se a embalagem possui alguma orientação do fabricante quanto à instalação do produto em ambientes internos.

Cuidados com outros produtos

6

Eletrodomésticos só podem ser comercializados com selo de certificação do Inmetro

Além da certificação, que tem a ver com a segurança elétrica e pode ser encontrada em ferros de passar roupa, secadores, torradeiras  e etc, o consumidor deve levar em conta a Etiqueta Nacional de Conservação de Energia (ENCE) do Inmetro.Ela classifica, com faixas coloridas de A (mais eficiente) até E (menos eficiente), produtos como geladeiras, fogões, fornos e ar-condicionado, por exemplo.

Cuidados com a comida

7

Atenção ao comprar peixes, aves, suínos e frutas desidratadas

Ao comprar peixe congelado pré-embalado, como bacalhau por exemplo, o consumidor deve prestar atenção ao peso líquido do pescado que deve estar indicado no rótulo do produto, sem considerar o peso da embalagem e a camada de gelo, que serve de proteção para o produto.

Aves e suínos congelados, como pernil, peru e chester, devem estar dispostos nas gôndolas de supermercados devidamente etiquetados, informando o peso líquido, que é a quantidade de fato contida, descontando o peso da embalagem.

Produtos pré-embalados, como frutas desidratadas, nozes, castanhas ou bacalhau seco, são etiquetados pelo próprio estabelecimento.Esta indicação deve se referir somente ao peso do produto, desconsiderando o valor da embalagem.Já os panetones, espumantes, vinhos e chocolates, precisam declarar a quantidade que está sendo comercializada.

Denunciar irregularidades nos canais institucionais do Inmetro

8