Desafio das 52 semanas - como funciona e como fazer?

22 de dezembro de 2020

Estudos mostram que 43% dos brasileiros terminam o mês no “zero a zero” - ou seja, gastam tudo o que recebem e não conseguem economizar.  A virada do ano é um bom momento para se reorganizar e começar a guardar dinheiro - e o desafio das 52 semanas é uma técnica que pode ajudar. 

Ele é um incentivo para que as pessoas poupem mais a cada semana que passa.

O que é o desafio das 52 semanas?

O objetivo é conseguir terminar o período de 52 semanas (1 ano) com uma quantia relevante de dinheiro guardado. A cada semana é preciso separar e guardar determinado valor de dinheiro, seja R$ 1 ou R$ 10. Ao longo das semanas, é preciso aumentar o valor a ser poupado.

Por exemplo Na primeira semana do ano, guarde R$ 1; na segunda, R$ 2; na terceira, R$3; e assim em diante, até que na 52ª e última semana, você terá que economizar R$52. Se fizer as contas, verá que ao final de todo o período você terá guardado R$1.378.

No desafio das 52 semanas, é você quem decide o quanto poupa a cada 7 dias. Por isso, ter um orçamento organizado é importante. A seguir, veja as melhores dicas para seguir o desafio das 52 semanas sem sair do eixo e conseguir economizar. 

O desafio, na teoria, dura 52 semanas, mas é você quem manda por quanto tempo vai praticá-lo. Portanto, você decide o quanto vai economizar a cada semana – não existe uma regra fixa.

Seja flexível

Para que o desafio dê certo, é importante não deixar de economizar nenhuma semana, não abrir exceções e não recuar no aumento da contribuição de cada semana.

... mas também inflexível

Veja mais dicas de como organizar seu orçamento