Gasto médio por compra no cartão de crédito aumentou durante a pandemia

Uma pesquisa realizada pelo Data Nubank mostra que as transações no cartão de crédito na pandemia tiveram valores mais altos.

20 de novembro de 2020

O Data Nubank, plataforma que analisa temas do universo financeiro e como eles impactam o cotidiano das pessoas, se debruçou sobre dados de mais de 30 milhões de clientes para descobrir o papel da pandemia no processo de digitalização e de inclusão financeira no Brasil.

Os dados mostram que, em abril de 2020, o gasto médio por transação no cartão de crédito foi de 15,6%  – um número maior se comparado com o mesmo período de 2019. 

Em maio, essa porcentagem subiu para 21,5%.

No mês de agosto, foi 19,2% maior do que no mesmo período do ano anterior.

Esse aumento é por transação, não do valor total da fatura – uma indicação de que os consumidores escolheram concentrar um número maior de produtos numa mesma compra.

p.p1 {margin: 0.0px 0.0px 0.0px 0.0px; text-align: justify; font: 12.0px 'Helvetica Neue'} Apesar disso, o volume de compras no cartão de crédito ainda não retornou aos patamares pré-pandemia, seja por conta da diminuição de renda ou preocupação do brasileiro diante da crise do novo coronavírus. Ao comparar os índices de gastos mensais médios de abril de 2018 e 2019, nota-se que abril de 2020 representa a menor média histórica de gastos da série no cartão de crédito desde agosto de 2017.

Apesar disso, o volume de compras no cartão de crédito ainda não retornou ao patamar pré-pandemia – seja por conta da diminuição de renda ou preocupação do brasileiro diante da crise. 

Ao comparar índices de gastos mensais médios dos últimos anos, é possível notar que abril de 2020 teve a menor média histórica de gastos no cartão de crédito desde agosto de 2017.

Veja o estudo completo do Data Nubank e saiba mais sobre como a pandemia alterou os hábitos financeiros dos brasileiros.