30 de dezembro de 2020

5 dicas para proteger seu telefone de hackers e criminosos

Não existe maneira 100% segura de proteger toda a sua vida online de possíveis ataques – mas existem sim formas de se prevenir das táticas mais comuns usadas pelos golpistas. Veja 5 dicas.

Os updates liberados para Android/iOs não contém apenas novidades, mas também atualizações de segurança. Vulnerabilidades descobertas são corrigidas – e quem não faz a atualização fica exposto.

1. Mantenha seu telefone atualizado

Um dos golpes mais comuns para ter acesso a informações das pessoas é o envio de links maliciosos – seja por redes sociais ou apps de mensagens. 

2. Não saia clicando em links 

Criminosos usam iscas chamativas para fazer as pessoas abrirem sites ou baixarem arquivos que comprometem a sua segurança. Promoções imperdíveis, notícias bombásticas, nudez e até falsas cobranças de contas são chmariz.

Em ambientes públicos, como festas, não deixe seu telefone sozinho em cima de uma mesa. E sempre trave a tela com senha – é possível ativar a opção de travar depois de alguns segundos sem uso. 

3. Dificulte acesso às informações do seu telefone

Além disso, desabilite a função que exibe o conteúdo das mensagens na tela travada. Um e-mail que pinga na sua tela pode revelar informações que facilitam outros golpes – como o nome dos seus pais, apelidos que usam para te chamar, local em que você trabalha, etc.

Aceite todas as camadas de segurança oferecidas pelos aplicativos – como biometria, identificação em duas etapas, telefone de backup, etc. Essas medidas ajudam a proteger suas informações mesmo que alguém consiga passar pela senha do seu telefone. 

4. Proteja seus apps

Um passo além é colocar mais uma senha para abrir cada app – você pode usar apps de segurança para criar essa camada. Ou criar senhas para pastas específicas de apps mais sensíveis – dependendo do seu telefone.

Instale apps somente nas lojas oficiais do seu sistema operacional – e, mesmo nessas lojas, sempre olhe as permissões que está dando para os aplicativos. 

5. Cuidado com o que baixa por aí

Integrações com lista de contatos ou acesso à localização, por exemplo, podem ser cruciais para a segurança ou funcionamento de alguns serviços. Mas, vale pensar: um simples app de calculadora precisa acessar seu rolo da câmera?

Quer saber mais sobre Phishing, o golpe mais comum da internet?