5 dicas para evitar os golpes do Pix

3 de novembro de 2021

Para garantir a segurança dos seus dados, veja a seguir como fugir dos golpes usando o meio de pagamentos instantâneos.

As mensagens - que podem chegar por e-mail, redes sociais e SMS - vêm acompanhadas de um link falso da instituição bancária e pedem que os usuários registrem suas chaves no Pix.

Assim, o usuário informa seus dados pessoais que seriam usados como chave do Pix (CPF, número de telefone, e-mail e, muitas vezes até mesmo a senha) à falsa instituição e os golpistas passam a ter acesso a eles.

Uma forma de se proteger desses golpes e adicionar as chaves do Pix a uma conta, é garantir que isso é feito pelos canais oficiais de sua instituição financeira (como o aplicativo instalado em seu celular) e nunca clicar em links enviados por terceiros.

Como adicionar as chaves do Pix da forma correta

IMPORTANTE: o Banco Central proíbe que o registro de chaves seja feito por telefone. Ele sempre deve ser feito pelos canais digitais da instituição financeira.

Veja a seguir 5 dicas para evitar cair em golpes usando o Pix

De forma geral, empresas nunca pedem que os usuários forneçam suas senhas via e-mail.  Ou seja, bancos, instituições financeiras e operadoras de cartão nunca irão pedir esse dado.

1

2

Se você solicitou uma mudança de senha ou alguma alteração de cadastro, é comum que as lojas enviem um e-mail de confirmação com um link.  Desconfie caso receba um e-mail desses sem ter realizado nenhuma ação na sua conta/plataforma.

3

Em caso de dúvida, entre em contato com a empresa pelos canais oficiais de atendimento ou acesse a página pelo seu navegador, e não pelo link enviado.

4

Não instale programas ou baixe arquivos em anexos enviados por lojas ou estabelecimentos.

5

Se achar que seus dados foram expostos, cancele seu cartão e entre em contato com os estabelecimentos para bloquear suas contas e/ou trocar dados de login.

Quer ler mais e saber tudo sobre Pix?

👆🏼