1 ano de Open Banking no Brasil

O sistema, também chamado de Open Finance, começou a ser implementado em fevereiro de 2021, e facilita as relações entre pessoas e instituições financeiras. Relembre as fases.

Quer dizer “banco aberto”, ou “sistema bancário aberto”.  Ele começou a ser implementado no Brasil em fevereiro de 2021, com o objetivo de oferecer mais opções para os consumidores e permitir que as pessoas tenham liberdade para levar suas informações financeiras para onde quiserem.

Open Banking

A ideia é que com o sistema (também chamado de Open Finance), as pessoas possam escolher entre os melhores serviços, condições de crédito e ofertas personalizadas, sem precisar começar um relacionamento do zero com uma nova instituição.

Para que serve?

A seguir, relembre as fases que já passaram

Fase 1

Teve início no dia 1º de fevereiro de 2021. Nela, foram abertos os dados entre as instituições participantes, seus canais de atendimento e os produtos e serviços que oferecem – como contas de depósito à vista, poupança, pagamento e operações de crédito.  Ainda sem compartilhar de dados dos clientes.

Fase 2

Com início no dia 13 de agosto de 2021, clientes começaram a poder compartilhar com as instituições seus dados pessoais de cadastro, como nome completo, CPF/CNPJ, telefone, endereço e dados de transações relativas aos produtos e serviços de suas contas.  Tudo isso somente com a autorização da pessoa.

Fase 3

Começou em 29 de outubro de 2021. Aqui, passou a ser possível iniciar um pagamento fora do ambiente do banco via Pix. Clientes podem ter acesso a serviços como pagamentos por aplicativo de mensagem, por exemplo.

Fase 4

A quarta fase teve início no dia 15 de dezembro de 2021, e passou a permitir o compartilhamento de produtos e serviços de seguros, investimentos, câmbio, entre outros, disponibilizados pelas instituições participantes.

Cronograma 2022

15 de fevereiro: Possibilidade de iniciação em pagamento com TED e transferência entre contas na mesma instituição; – 4 de março: Início do compartilhamento de dados referentes a seguros, previdência complementar aberta e capitalização;

11 de março: Início do compartilhamento de dados referentes a serviços de credenciamento em arranjos de pagamento; – 18 de março: Início do compartilhamento de dados referentes a operações de câmbio; – 25 de março: Início do compartilhamento de dados de contas de depósito a prazo e outros produtos com natureza de investimento;

30 de junho de 2022: Possibilidade de iniciação em pagamento de boletos; – 30 de setembro de 2022: Possibilidade de iniciação de pagamentos com débito em conta.

Clique no vídeo abaixo para entender melhor o que é o Open Banking e o que ele tem a ver com você.

Saiba mais sobre o Open Banking:

👆🏼