Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Complete os campos ao lado para pedir sua Conta e Cartão de crédito

Agora complete abaixo para pedir sua conta e cartão de crédito

Precisamos de um CPF válido
Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu e-mail. Precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Produtos Seguros Sinistro: entenda o que ...

Sinistro: entenda o que esse termo quer dizer no mercado de seguros

Não, não é só uma gíria. Veja o que significa o sinistro de um seguro e como agir caso ele aconteça.



Na hora de contratar um seguro, os termos podem confundir: prêmio, sinistro e outras palavras típicas desse mercado são pouco intuitivas  e dificultam o entendimento de quem realmente precisa do serviço.

Isso acontece porque a maioria das seguradoras funciona de uma forma burocrática que intencionalmente faz com que os clientes se tornem dependentes delas. Em vez de termos mais simples e de fácil compreensão, acabou virando norma nesse mercado usar jargões próprios que deixam as pessoas na mão das empresas.

Entre esses vários termos (veja mais aqui), o sinistro, em particular, é muito importante de ser compreendido – afinal, é contra ele que uma pessoa contrata o seguro. Mas, afinal, você sabe o que é um sinistro do seguro?

Antes: como funciona um seguro?

Um seguro – seja de carro, imóvel, vida, aparelho eletrônico – é um contrato feito entre uma pessoa ou empresa e uma seguradora. Esse documento estabelece que, caso algo previsto em contrato aconteça, o segurado tem direito a receber uma indenização.

Em outras palavras: se algum dos riscos contra os quais o segurado possui uma cobertura acontecer, o seguro é acionado e a pessoa que o contratou recebe uma indenização. 

Para contratar um seguro, é necessário pagar um valor específico, que pode ser à vista ou cobrado mensalmente, dependendo da seguradora ou instituição que o oferece – esse preço que o cliente paga é chamado de prêmio (entenda ele melhor aqui).

O que é sinistro?

Quando um dos eventos para os quais você contratou uma cobertura acontece, se diz que houve um sinistro do seguro. No caso de um seguro de vida, o sinistro seria o falecimento do titular, por exemplo. Em um seguro de imóvel, poderia ser um incêndio.

Ou seja, o sinistro é quando um acontecimento previsto no contrato do seguro ocorre. Quando há um sinistro, a seguradora deve pagar a indenização a seu cliente.

Como é o sinistro do seguro de vida?

Em caso de sinistro do seguro de vida, é preciso entrar em contato com a empresa seguradora, formalizar a comunicação em um formulário e apresentar algumas cópias dos documentos solicitados. Na maioria dos casos são os seguintes:

  • Cópia autenticada da certidão de óbito (em caso de morte);
  • Cópia simples do boletim de ocorrência (se for aplicável);
  • Cópias do RG e do CPF do titular do seguro;
  • Cópia da certidão de casamento (caso o segurado seja casado).

Vale lembrar que a cópia da certidão de óbito precisa ser reconhecida em cartório. As demais podem ser cópias comuns.

Leia também: Como acionar meu Nubank Vida?

Seguro de automóvel: o que é sinistro com perda parcial?

Se você sofre um acidente de carro, por exemplo, a indenização parcial acontece quando os danos no veículo podem ser consertados. Ou seja, o carro pode ser encaminhado para reparo em uma oficina mecânica.

A perda é considerada parcial quando os danos de um sinistro podem ser reparados por um valor abaixo de 75% da avaliação do carro. Caso contrário, vira perda total. Isso é constatado através de uma vistoria no veículo. 

O que é sinistro com perda total?  

Já quando os danos no veículo são graves e o custo for superior a 75% do valor do automóvel, a seguradora deve arcar com o prejuízo integral do carro.

É importante ressaltar que, depois da ocorrência do sinistro, a seguradora tem um prazo máximo de 30 dias para indenizar ou liberar o conserto do seu bem.

Veja: Como funciona o seguro de carros: da franquia à cobertura, veja no que ficar de olho

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história.

5

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post