Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Imposto de Renda Como declarar seguro de ...

Como declarar seguro de vida no Imposto de Renda?

Os beneficiários de seguro de vida que receberam indenizações em 2021 precisam declarar os valores no Imposto de Renda. Descubra como fazer.



Declarar o seguro de vida no Imposto de Renda pode gerar dúvidas. Entre as mais comuns, estão: “preciso declarar as parcelas que pago mensalmente?” ou “posso deduzir o seguro de vida?”. Afinal, em qual situação é necessário declarar o seguro e como fazer isso?

Abaixo, entenda como funciona a declaração do seguro no Imposto de Renda e tire todas as suas dúvidas sobre o assunto.

Ganhe controle sobre suas finanças: assine nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo.

Importante: o texto abaixo é uma forma de te ajudar na sua busca por informações. Em caso de dúvidas, procure um contador ou profissional qualificado para auxiliar na sua declaração.

Quem precisa declarar o seguro de vida no Imposto de Renda?

Precisam declarar as pessoas que são beneficiárias de um seguro e que receberam indenizações de mais de R$ 40 mil após um sinistro.

Vale dizer que indenizações de seguro de vida são consideradas rendimentos isentos. Em outras palavras, isso significa que não há tributação sobre o valor declarado. 

Mesmo assim, é necessário informar o quanto você recebeu para que a Receita Federal identifique a origem do recurso. Isso evita que você caia na malha fina por inconsistências nas informações declaradas. 

Outro ponto importante: se, além de você, outras pessoas foram beneficiárias e receberam a indenização de um seguro de vida, cada um deve declarar o quanto recebeu individualmente.

Tenho um seguro de vida. Preciso declarar?

Se você contratou uma apólice e faz pagamentos regulares, esses valores não precisam ser incluídos na declaração: você só precisa declarar caso tenha recebido algum valor.

Além disso, o valor pago pelo seguro de vida (chamado de “prêmio“) não é passível de dedução no Imposto de Renda. Isso quer dizer que não dá para abater o valor pago por ele da base de cálculo do Imposto de Renda.

Como declarar o seguro de vida no Imposto de Renda?

Para incluir os valores do seguro de vida que você recebeu no Imposto Renda, siga este passo a passo:

  1. Acesse a página para declaração do IR (pelo portal e-CAC, utilizando o seu Certificado Digital, pelo programa da Receita Federal ou pelo app “Meu Imposto de Renda” disponível para Android e iOS);
  2. Busque pela ficha de “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis” e clique em “Novo”;
  3. Selecione o código “03 – Capital das apólices de seguro ou pecúlio pago por morte do segurado, prêmio do seguro restituído em qualquer caso e pecúlio recebido de entidade de previdência privada em decorrência de morte ou invalidez permanente”;
  4. Informe o valor que você recebeu em 2021 e clique em “OK” para concluir o preenchimento da ficha.

As pessoas que receberam rendimentos isentos, não tributáveis exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil, devem declarar o Imposto de Renda.

Importante: o texto acima é uma forma de te ajudar na sua busca por informações. Em caso de dúvidas, procure um contador ou profissional qualificado para auxiliar na sua declaração.

Leia também:

Como declarar venda de veículo ou casa no IR 2022?

Como declarar previdência privada no Imposto de Renda 2022?

Como declarar os gastos com educação no Imposto de Renda?


Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história.

4

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post