Complete abaixo para pedir sua NuConta e seu cartão de crédito

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Restituição do Imposto...

Restituição do Imposto de Renda 2019: o que fazer com a sua?

Guardar para uma viagem, quitar uma dívida… São muitas as possibilidades. Aqui falamos sobre as melhores.

Alguns contribuintes têm direito à restituição do Imposto de Renda – isto é, receber parte dos impostos pagos ao longo de um ano de volta. Se você é um deles: o que você vai fazer com a sua restituição? Já pensou em usar esse dinheiro para quitar as dívidas e eliminar suas pendências?

Hoje, no Brasil, há mais de 62 milhões de pessoas endividadas e, em média, o valor dessas dívidas em atraso é de R$2.616.

Os dados acima, de uma pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), são preocupantes. Eles mostram que mais de 41% da população está com contas em atraso.

Para quem está nessa situação e sem perspectiva de quando poderá quitar tais débitos, a restituição do Imposto de Renda – 2019, neste caso – pode ajudar a livrar-se de parte deles.

O valor que cada contribuinte recebe de restituição varia – ele é informado no momento do preenchimento da declaração do IR – e pode render dependendo do lote em que for pago, como explicamos aqui.

Quitar as dívidas deve ser a prioridade de quem está tentando colocar as finanças em dia. Se este é o seu caso, vale a pena usar o dinheiro da Restituição do IR para pagar pendências e parar de pagar juros – veja mais sobre como negociar as dívidas do cartão de crédito aqui e como começar um planejamento financeiro aqui.

Guarde o dinheiro – na NuConta

Se quitar as dívidas não é uma necessidade sua, você pode seguir para o próximo – e mais difícil – passo de organizar suas finanças: guardar dinheiro.

Não tem nenhum grande gasto em mente? Nenhuma conta para pagar? É simples: guarde o dinheiro de sua restituição do Imposto de Renda. Seja para deixar o dinheiro rendendo e guardar para uma possível emergência quanto guardar para uma futura viagem –  guardar dinheiro sempre é uma boa opcão.

E onde guardar?

Deixar seu dinheiro parado em uma conta-corrente é uma cilada: nela, ele não rende e você corre o risco de misturar as economias com o dinheiro que pode ser gasto no dia a dia. A poupança é uma opção, mas não a melhor: ela não tem o melhor rendimento e você pode perder o quanto render dependendo de quando optar por sacar o valor investido. Explicamos melhor aqui.

Uma boa opção é investir sua restituição em uma opção de Renda Fixa e que renda mais que a poupança.

A NuConta, a conta digital do Nubank, é uma delas: além de usá-la para seus gastos do dia-a-dia, ela agora conta com a função Guardar Dinheiro; todo o valor que fica guardado rende 100% do CDI – ou seja, mais do que a poupança. Além disso, o dinheiro não fica misturado com o valor disponível para uso, mas pode ser resgatado quando desejar, sem perder os rendimentos.

Todo dinheiro que fica na NuConta pode ser aplicado em títulos públicos ou em RDB, garantindo que ele sempre fique rendendo. Ambos têm um rendimento de 100% do CDI.

A NuConta não tem tarifas de manutenção, o que significa que você não paga para usá-la. Ela também tem transferências gratuitas e ilimitadas, seja para outras NuContas ou para contas de  outras instituições financeiras.

Fique atento somente a um detalhe: você receberá sua restituição do Imposto de Renda em outra conta bancária, pois ainda não é possível usar a NuConta para isso. Para transferir o valor para a sua NuConta, seu banco pode cobrar tarifas.

Se esse for o caso, lembre-se: sempre é possível depositar em sua NuConta através de um boleto. Assim, você se livra das tarifas.

Digite seu nome

Quero receber a newsletter