Complete abaixo para pedir sua NuConta e seu cartão de crédito

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro A Selic caiu – e a...

A Selic caiu – e agora? Como fica o rendimento da NuConta?

O Copom abaixou a Selic de 6,5% para 6% no mês de Julho. Isso afeta diversas operações e aplicações financeiras, inclusive seus depósitos na NuConta. Entenda como.

O Copom (Comitê de Política Monetária) decidiu, neste mês de Julho, abaixar a meta da taxa Selic de 6,5% para 6%. Isso significa que, na prática, os títulos públicos indexados à Selic e aplicações em Renda Fixa passam a oferecer uma remuneração menor – uma queda no rendimento, em outras palavras.

E, já que a NuConta repassa um rendimento automático do dinheiro depositado nela, como fica? A rentabilidade também diminui? A poupança se torna uma opção melhor?

Calma. Nós esclarecemos essas dúvidas neste post.

O que é a Selic

A Selic é a taxa de juros básica da economia, usada pelo Banco Central para controlar a inflação, movimentar a economia, entre outras coisas. Isso significa que ela afeta suas aplicações financeiras, a rentabilidade da sua poupança, e também as taxas de juros cobradas pelos bancos. 

Ela funciona como uma referência para a economia brasileira e um indicador de nossa situação econômica: ela é definida a cada 45 dias pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, com base em inúmeros indicadores financeiros do país para chegar a uma taxa. Nessas decisões, a Selic pode tanto se manter estável, sem alterações, quanto aumentar ou diminuir.

Como assim?

O Banco Central, quando promove alguma mudança na Selic, pode abaixá-la ou aumentá-la. O objetivo é controlar a inflação. Mas na prática:

  • Ao aumentar a Selic, a economia desacelera;
  • Ao diminuir a Selic, a economia acelera.

A Selic afeta as principais operações financeiras no país, incluindo aplicações no Tesouro Direto e em renda fixa. Por isso, é importante ficar atento às suas mudanças.

Como fica a NuConta com a queda da Selic?

O dinheiro depositado na NuConta apresenta o rendimento de 100% do CDI, um indicador muito próximo da Selic. Isso ocorre tanto na situação em que o cliente simplesmente deposita dinheiro na NuConta como no caso em que o cliente opta por adquirir RDBs do Nubank

Com a queda da Selic, o rendimento do CDI também fica menor – por isso todas as aplicações em Renda Fixa, incluindo os títulos vinculados ao saldo da NuConta, como os títulos públicos indexados à Selic e RDB, são afetados. Na prática: sim, a rentabilidade apresenta uma leve queda.

O rendimento da poupança também cai. A regra de rentabilidade da poupança é que, sempre que a Selic estiver abaixo de 8,5% ao ano, a remuneração será de 70% da Selic + a Taxa Referencial (em 2019, próxima de zero). Portanto, com a Selic em 6%, o rendimento da poupança será de 70% desse valor (cerca de 4,2%) mais a Taxa Referencial.

Apesar de o rendimento atrelado à NuConta apresentar queda, ela ainda continuará rendendo mais que a poupança, pois garante rendimento de 100% do CDI – próximo de 100% da Selic. Em outras palavras: depositar na NuConta continua valendo mais a pena do que deixar seu dinheiro na poupança.

Dúvidas sobre a Selic? Você confere tudo sobre ela aqui

Ainda não conhece a NuConta, a conta digital do Nubank? Clique aqui para tirar suas dúvidas. 

Digite seu nome

Quero receber a newsletter
  • Lucas Rodrigues Nogueira
    02 de agosto de 2019, 00h01
    A Nuconta tem IR, já a poupança não. Comparando os rendimentos líquidos, a Nuconta continua rendendo mais?
    • Equipe Nubank
      02 de agosto de 2019, 08h42
      Oi Lucas, Mesmo com IOF e IR, a NuConta ainda rende mais do que a poupança. Dá uma olhada aqui https://blog.nubank.com.br/rendimento-nuconta-melhor-poupanca/ ;) Um abraço e obrigado!
  • Cláudio
    01 de agosto de 2019, 17h59
    Qualquer depósito rende 100% do CDI%