Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início O Nubank Quanto os brasileiros ga...

Quanto os brasileiros gastaram com serviços de beleza na pandemia?

Dados do Data Nubank indicam que o gasto médio em salões de beleza foi de R$90,40 por mês ao longo de 2020.

Imagem de uma tesoura dourada sem ponta em um fundo rosa

Dados do Data Nubank indicam que os brasileiros gastaram, em média, R$ 90,40 por mês em salões de beleza em 2020.

Segundo o levantamento, clientes que se identificam como mulheres investiram cerca de R$ 110,40, enquanto os que se identificam como homens gastaram R$ 67,10.

Mas a frequência de ida ao salão foi a mesma para os dois gêneros: em torno de uma vez por mês.

Os profissionais de beleza (como cabeleireiros e manicures) representam hoje a maior parcela de MEIs no Brasil: 8,1% de todos os microempreendedores individuais atuam nessa área. E o último ano trouxe muitas mudanças tanto para empreendedores quanto para clientes desse tipo de serviço.

Um levantamento da MindMiners, por exemplo, feito em junho de 2020, apontou que 70% das mulheres que costumavam cortar o cabelo no salão deixou de fazer isso por causa da pandemia. Do outro lado da balança, muitos profissionais do ramo da beleza passaram a atender em domicílio para não perder a clientela.

Outras formas de pagar

A mudança de hábitos chegou também aos meios de pagamento: os dados do Data Nubank mostram que os clientes usaram mais o cartão virtual e o cartão por aproximação para realizar pagamentos nesse tipo de serviço em 2020.

O uso do cartão de crédito virtual em compras online mais que dobrou: passou de 22% em janeiro de 2020 para 48% em dezembro do mesmo ano.

Já as compras presenciais com cartão de crédito por aproximação dispararam a partir de julho: de 6% para 11% dos gastos totais em dezembro.

As compras sem cartão contactless, por sua vez, foram caindo aos poucos ao longo do ano. Foram quase 8 pontos percentuais de queda entre janeiro e dezembro.

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história.

4.07

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post