Produtos

Nubank acaba com surpresas na hora de pagar compras internacionais

Cartão Nubank agora trava o dólar no dia do processamento da compra - e não mais no pagamento da fatura.

Transparência é um dos pilares de valor do Nubank. Por aqui, a gente usa a tecnologia para criar produtos fáceis de usar e simples de entender.

Por isso, hoje, anunciamos uma novidade que dá às pessoas ainda mais controle sobre o seu dinheiro: o fim da variação cambial do dólar para compras internacionais.

Agora, para clientes que fizerem qualquer compra fora do Brasil (em sites, aplicativos, ou durantes viagens), o Nubank usará como data de referência o dia do processamento da compra - e não mais do dia do pagamento da fatura.

Assim que realiza a transação, o cliente vê no próprio aplicativo do Nubank uma projeção do valor final da compra em Reais. O estabelecimento tem, em geral, até 7 dias úteis para processar a compra. A partir do momento em que isso é feito, a gente "trava" o dólar e considera a cotação do dia útil anterior.

Ou seja: se o dólar variar entre o processamento da compra e o pagamento na fatura, nada acontece.

A novidade vale para faturas fechadas a partir do dia 17 de outubro.

Sabíamos que muitos clientes ficavam inseguros ao fazer compras internacionais por não conseguirem prever quanto o dólar mudaria ao longo do mês - e trabalhamos muito para criar uma solução que desse mais transparência e poder na hora de tomar as melhores decisões.

O Nubank é a primeira fintech a oferecer essa vantagem - algo que a maioria dos bancos tradicionais não oferece. Por isso, em breve, vamos atualizar o contrato de todos os clientes do cartão para incluir mais este benefício.

Como a variação cambial afeta as suas compras

A variação cambial nada mais é do que a mudança de valor de uma moeda.

No caso, a variação cambial do dólar afeta muito a vida de quem tem qualquer tipo gasto no exterior com cartão de crédito - seja em um site, por exemplo, ou presencialmente.

O dólar é a base de conversão de todas as moedas internacionais para compras no cartão. A grande maioria dos bancos, e das operadoras de cartões, considera a taxa do dólar do dia do pagamento da fatura para cobrar seus clientes.

O problema está justamente na variação cambial: se entre o dia da compra e o dia do pagamento da fatura o dólar subiu, o cliente vai pagar mais caro do que o preço que havia calculado.

Agora, cliente Nubank que fizer compras internacionais não tem mais esse problema.

Veja o que mudou:

  • Cliente Nubank não tem mais surpresas no fim do mês com possíveis alterações do preço do dólar
  • Agora, consideramos o dólar do dia útil anterior ao processamento da compra - e não mais o do dia do pagamento da fatura
  • Isso significa mais transparência em compras internacionais: pelo app, dá para ver em tempo real uma projeção mais fiel do câmbio e taxas você vai pagar

Como o Cartão Nubank calcula as taxas de compras internacionais?

Existem 3 informações diferentes que usamos para calcular o valor final das compras fora do Brasil:

  1. Dólar: o Nubank usa a taxa PTAX Venda, do Banco Central, referente ao dia útil anterior ao processamento da sua compra.
  2. Spread: um valor aplicado sobre a cotação do dólar para cobrir custos adicionais que temos com essas transações. Ele é de 4%.
  3. IOF: o Imposto de Operações Financeiras é aplicado sobre o valor da compra processada já em Reais - seu valor é de 6.38%.

Ainda não é cliente? Peça aqui o seu convite para o Cartão Nubank

Tags