Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Pix Pix Cobrança para pagam...

Pix Cobrança para pagamentos futuros e Pix Agendado: como vão funcionar?

A partir de 14 de maio, os usuários poderão ler e pagar QR Codes de cobranças futuras – já com os encargos e abatimentos calculados.

Pix Cobrança e Pix Agendado: fotografia de um relógio marcando 12 horas e 26 minutos

O Banco Central anunciou novas regras para duas funcionalidades do Pix nesta quarta-feira, 22 de abril: o Pix Cobrança para pagamentos futuros, que vai funcionar como uma espécie de boleto, e o Pix Agendado.

As mudanças foram implementadas pela Resolução BCB nº 88, que traz mais informações sobre como essas novidades vão funcionar.

Pix Cobrança para pagamentos futuros

O Pix Cobrança para pagamentos futuros vai funcionar como um boleto: será possível gerar uma cobrança com vencimento em uma data futura e incluir outras informações além do valor, como juros, multa e descontos.

Dessa forma, lojistas, prestadores de serviço e demais empreendedores terão mais uma opção para receber pagamentos instantâneos de seus clientes numa data futura.

Anunciado primeiramente para janeiro, o Pix Cobrança para pagamentos futuros foi adiado para março e, depois, adiado novamente para maio. Agora, o Banco Central informou que a implementação da funcionalidade ocorrerá em etapas:

  • 1ª etapa: no período de 14 de maio a 30 de junho, as instituições participantes do Pix terão que, no mínimo, possibilitar a leitura do QR Code e o pagamento da cobrança no momento da leitura do código, com todos os encargos e abatimentos calculados corretamente;
  • 2ª etapa: a partir de 1º de julho, todas as instituições participantes do Pix terão de ser capazes de fazer a leitura do QR Code e possibilitar o pagamento em data futura.

De acordo com o Banco Central, isso foi feito para que as instituições tenham mais tempo para finalizar os ajustes em seus sistemas.

Pix Agendado

Outra novidade é que o Pix Agendado não vinculado ao Pix Cobrança, que permite que os usuários agendem um Pix para uma data futura, passará a ser uma funcionalidade obrigatória a todas as instituições participantes do Pix a partir de 1º de setembro de 2021.

Desde que o meio de pagamentos instantâneos foi lançado, em novembro de 2020, essa era uma função opcional às instituições.

Segundo o Banco Central, o objetivo desta mudança é garantir a todos os usuários do Pix a possibilidade de agendar um pagamento instantâneo.

Vale lembrar que todas as instituições participantes do Pix são obrigadas a oferecer a leitura de QR Code e geração de QR Code estático para pessoas físicas, mas a oferta do Pix Cobrança – que permite gerar cobranças com o Pix – é opcional. Isso significa que as instituições podem, ou não, oferecer essa funcionalidade aos seus clientes.

Pix no Auxílio Emergencial 2021

Por fim, o Banco Central também anunciou a possibilidade de movimentar o auxílio emergencial 2021 com o Pix. 

Com isso, quem recebe as parcelas do novo auxílio emergencial poderá, a partir de 30 de abril, movimentar o dinheiro da poupança social digital da Caixa usando o Pix. Essa nova função, entretanto, não poderá ser usada para transferências entre contas do beneficiário – apenas para fazer pagamentos ou transferir para contas de outras pessoas.

Ou seja: uma pessoa que recebe o auxílio emergencial não poderá usar o Pix para mandar o dinheiro para uma conta em seu nome em outra instituição. A transferência só será liberada caso a conta de destino seja de outra pessoa. Saiba mais.

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história.

3.29

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post