Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Calendário PIS/Pasep 20...

Calendário PIS/Pasep 2020-2021: quem tem direito e quando cada um recebe?

O abono varia entre R$88 e R$1.045. Para receber, é preciso ter trabalhado por pelo menos 30 dias em 2019 e ter recebido, em média, até dois salários mínimos.

Desde julho de 2020, o abono salarial PIS/Pasep vem sendo pago para trabalhadores que têm direito ao benefício.

O abono, que tem o valor de até um salário mínimo (R$1.045), funciona como uma espécie de “14º salário” para trabalhadores de baixa renda: quem se encaixa nos critérios em um ano tem direito a recebê-lo no ano seguinte.

Para o benefício deste ano, nascidos de julho a dezembro (no caso do PIS) ou que tenham o número final de inscrição entre 0 e 4 (no caso do Pasep) recebem seus valores ainda em 2020 – os demais terão o benefício depositado nos primeiros meses de 2021.

O que é PIS/Pasep?

PIS/Pasep são siglas para dois programas que funcionam de forma similar – ambos são um benefício para trabalhadores de baixa renda divididos em dois grupos:

  • PIS (Programa de Integração Social): destinado a trabalhadores do setor privado;
  • Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público): destinado a servidores públicos.

O PIS/Pasep varia entre R$88 e R$1.045. O valor que cada um recebe é ligada ao tempo trabalhado no ano anterior – quem passou o ano inteiro empregado recebe o abono salarial completo; se forem menos meses de ocupação, a quantia diminui proporcionalmente:

Meses trabalhados em 2019Valor do abono em 2020-2021
1R$ 88,00
2R$ 175,00
3R$ 262,00
4R$ 349,00
5R$ 436,00
6R$ 523,00
7R$ 610,00
8R$ 697,00
9R$ 784,00
10R$ 871,00
11R$ 958,00
12R$ 1.045,00

Quem tem direito ao PIS/Pasep 2020-2021?

Os critérios para receber o PIS/Pasep pago entre 2020 e 2021 são:

  • Ter recebido, em média, até dois salários mínimos mensais com carteira assinada em 2019;
  • Ter trabalhado, no mínimo, 30 dias em 2019 (consecutivos ou não);
  • Estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos;
  • Estar com os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Quem não atender a todas essas condições não recebe o abono salarial neste ano. A única exceção é para quem estiver com os dados atualizado na Rais 2019 fora do prazo, mas até 30 de setembro de 2020 – nesse caso, poderá receber o benefício a partir de 4 de novembro de 2020.

Calendário do PIS/Pasep 2020-2021

Os valores do PIS/Pasep são disponibilizados gradativamente, de acordo com o mês de nascimento dos beneficiários (no caso do PIS) e do número final de inscrição (no caso do Pasep).

Independentemente de quando cada pessoa receber, a quantia fica disponível até 30 de junho de 2021.

Calendário PIS 2020-2021

​​Nascidos em​Recebem a partir de
​Julho​16/07/2020
​Agosto​18/08/2020
​Setembro​15/09/2020
​Outubro​14/10/2020
​Novembro​17/11/2020
​Dezembro​15/12/2020
​Janeiro e fevereiro​​19/0​1/2021
Março e abril​​11/02/2021
Maio e junho17/03/2021

Calendário Pasep 2020-2021

Final da inscrição​Recebem a partir de
0​16/07/2020
​1​18/08/2020
​2​15/09/2020
​3​14/10/2020
​4​17/11/2020
​5​19/01/2021
​6 e 7​​11/02/2021​​
8 e 917/03/2021

Como sacar o PIS/Pasep

Trabalhadores que tenham direito ao PIS podem acessar seu valor das seguintes formas:

  • Por crédito em conta, quando o trabalhador tiver conta na Caixa;
  • Em caixa eletrônicos, casas lotéricas e correspondentes Caixa Aqui com o Cartão do Cidadão;
  • Em alguma agência da Caixa, apresentando o número do PIS e um documento oficial de identificação.

Para ter mais informações sobre seu abono, os trabalhadores podem entrar em contato com a central de atendimento no número 0800-726-0207, ou consultar o site www.caixa.gov.br/PIS.

Já o Pasep deve ser depositado automaticamente na conta do trabalhador. Se isso não tiver acontecido, é preciso buscar informações em uma agência do Banco do Brasil ou entrar em contato pelos números 4004-0001 (capitais e regiões metropolitanas) e 0800-729-0001 (demais cidades).

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.

3

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post