Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Organizar as Finanças Metas 2020: 6 objetivos ...

Metas 2020: 6 objetivos possíveis para melhorar sua vida financeira

Atitudes para encaixar no seu dia-a-dia e ajudar a criar hábitos que realmente fazem a diferença na hora de fechar as contas.

Promessa de ano-novo não dura? Bem, pode ser que não. Por isso, a melhor estratégia para tirar os planos do campo das ideias é transformar as tais “promessas” em metas: 2020 pode ser o ano em que elas realmente saem do papel. 

Seja viajar, estudar fora, ter filhos, reformar a casa ou sair do vermelho, muitos dos planos para o ano-novo envolvem algum tipo de planejamento financeiro. O problema é que, quando o assunto são finanças pessoais, muitos dos conselhos parecem distantes da realidade.

“Pare de gastar com supérfluos”; “conte cada centavo gasto”; “invista”… Como esses grandes objetivos se encaixam na rotina das pessoas?

Por isso, abaixo, veja 6 metas reais e possíveis que ajudam a dar os primeiros passos na organização financeira em 2020. 

  • Não cortar todos os gastos com lazer: isso pode te sabotar na hora de criar hábitos financeiros realmente sustentáveis
  • Perder o medo de fazer perguntas: tire suas dúvidas antes de contratar qualquer serviço
  • Criar uma rotina para guardar: pode ser diária, semanal, mensal. O importante é começar com um pequeno hábito. 
  • Renegociar as dívidas: é um primeiro passo concreto para “sair do vermelho” 
  • Montar um orçamento: veja formas simples de organizar seus gastos
  • Não deixar o dinheiro parado – ou perdendo com taxas: descubra o que está comendo parte do seu orçamento

Veja em detalhes o que significa cada uma das metas 2020:

Metas 2020 reais

1.Não cortar todos os gastos de lazer

Não, você não leu errado. A primeira meta para a sua saúde financeira em 2020 é justamente essa: não cortar todos os gastos ligados ao que te traz felicidade.

Gastar com lazer, hobbies ou itens que te trazem alegria é parte importante da rotina –  sejam eles idas cinema, restaurantes, ou simplesmente um chocolate que não estava na lista de compras do supermercado.  

Se privar totalmente dessas atividades pode tornar ainda mais difícil criar uma rotina sustentável com seu dinheiro. Isso não significa, no entanto, gastar além do seu orçamento – pelo contrário. Uma das chaves para conseguir se organizar melhor é justamente criar um planejamento que considere gastos com lazer – e fazer ajustes. 

Veja mais: Você sente culpa de Gastar?

2. Perder o medo de fazer perguntas

Falar de dinheiro é um assunto delicado para a maioria das pessoas. Falar de dinheiro com quem parece entender mais sobre o assunto, então, pode ser bastante intimidador. 

Por isso, uma boa meta para 2020 é perder o medo de questionar o gerente do banco ou atendente de qualquer serviço financeiro. Tire as dúvidas nos mínimos detalhes e não aceite assinar um contrato sem clareza total das informações descritas no documento. 

Lembre-se: ninguém é obrigado a entender todos os termos usados no mercado financeiro – e ninguém é obrigado a levar nenhum serviço sem ter noção do que está em jogo. 

3.Criar uma rotina para guardar

No ano passado, a principal meta financeira dos brasileiros para 2019 era conseguir guardar (57%), segundo uma pesquisa da CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas).  

O problema de metas como essa é que ela é abrangente demais e, por isso, fica difícil dar o primeiro passo. Uma boa estratégia é quebrar essa grande meta em algo mais tangível – como meta a criação de uma rotina. 

Toda semana, ou todo mês, guardar um determinado valor, por exemplo. Você pode escolher começar no dia do seu pagamento, separando uma quantia, ou utilizar um método como o Desafio das 52 semanas para começar a guardar progressivamente mais. 

O importante é não deixar esse plano no campo das ideias e criar uma rotina prática – mesmo que seja começando com R$1. 

Importante: Guardar dinheiro pode ser muito difícil, especialmente porque, para uma parte grande dos brasileiros, a renda não é suficiente para chegar ao final do mês. 

Então, na hora de estabelecer metas, pense em dar o próximo passo na sua organização financeira. 

Ainda não consegue fechar o mês no azul? Essa pode ser uma meta ao longo do ano.

Já conseguiu equilibrar a receitas e despesas? Então pense em uma rotina para conseguir guardar. 

4. Renegociar as dívidas

A mesma pesquisa da CNDL aponta que a segunda meta dos brasileiros para 2019 era sair do vermelho (37%). Mais uma vez, esse é um ótimo objetivo – porém abstrato. 

Um jeito de dar o primeiro passo é colocar como meta a renegociação de dívidas já existentes. Assim, você para (ou diminui) os juros que está pagando e consegue, na maioria das vezes, uma parcela que se encaixe melhor na sua rotina. Renegociar as dívidas pode ser a sua primeira meta financeira do ano.

Veja mais: Como Renegociar Dívidas

5.Montar um orçamento

Parece complicado, mas montar um orçamento de casa ou orçamento para seu projeto de vida 2020 é algo bastante simples e que pode ser feito sem nenhuma ferramenta específica. O mais importante é saber qual é a renda da casa e quais os custos básicos de manutenção. 

Como montar um orçamento vai te ajudar? Sabe aquele sonho que é sua meta há pelo menos 3 reveillons? Pois é: ter um orçamento vai ajudar a colocá-lo em prática. Se você não sabe qual é a sua renda e quais são os gastos mínimos, não consegue se planejar.

Quanto custa morar sozinho: o que incluir no seu orçamento

6.Não deixar o dinheiro parado – ou perdendo com taxas

Aqui entram dois pontos importantes:

  • O rendimento do seu dinheiro
  • As taxas de manutenção cobradas por instituições financeiras

As contas correntes não são o melhor lugar para deixar o dinheiro – afinal, nelas, não existe nenhum tipo de rendimento. 

Além disso, esse e outros tipos de conta estão sujeitos a taxas e tarifas de manutenção, que podem comer uma parte considerável da sua renda ou das suas economias. 

Uma boa meta para o ano-novo pode ser rever os custos escondidos que corroem seu orçamento e cortar serviços que não fazem sentido. 

Como alternativa, existem hoje diversas contas digitais sem tarifas de manutenção e que permitem controlar o dinheiro pelo celular. 

O Nubank oferece a NuConta, que ainda faz seu dinheiro render mais do que na poupança – mas existem diversas opções hoje no mercado melhores do que a conta corrente tradicional. 

Quer outras dicas para se organizar melhor em 2020?

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post