Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início O Nubank Bem-vindo, Matt Swann: q...

Bem-vindo, Matt Swann: quem é o novo CTO do Nubank?

Com 25 anos de experiência liderando empresas de tecnologia, Matt Swann se junta ao Nubank para seguir acelerando nosso ritmo de inovação.

Foto de busto de Matt Swann, de óculos e camisa cinza em fundo cinza

O Nubank é uma empresa de tecnologia que nasceu para devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. A gente cria produtos e serviços fáceis de usar, sem burocracia, e que contam com um serviço de atendimento ao cliente incrível. 

Ao longo dos últimos anos, o Nubank cresceu de forma acelerada – em inglês, existe até uma palavra para isso: hyper growth, ou hiper-crescimento. Somente em 2020, mais de 36 mil pessoas se tornaram clientes do Nubank a cada dia, e chegamos a um total de 35 milhões de usuários dos produtos roxinhos. 

Além das operações no Brasil, também lançamos nosso cartão de crédito no México, e Colômbia e abrimos escritórios de engenharia na Argentina, Alemanha e Estados Unidos. 

Em resumo: tem muita coisa acontecendo por aqui – mas sabemos que é preciso fazer ainda mais. É por isso que estamos felizes em dar as boas vindas a um novo talento que se junta ao time do Nubank: 

Matt Swann é o nosso novo diretor-chefe de tecnologia (Chief Technology Officer). 

Com 25 anos de experiência liderando equipes de Engenharia de Software e de Produto em empresas como Amazon e Booking, ele chega ao Nubank para continuar acelerando nosso crescimento de forma inovadora. 

“Matt traz um enorme repertório de experiência em domínios técnicos e uma expertise em desenvolvimento em larga escala que poucos líderes no mundo possuem. Estou animado em lhe dar as boas-vindas. Tenho certeza que ele vai fortalecer nossa equipe e nos ajudar a seguir crescendo e superando complexidades e desafios que tem aumentado à medida que ampliamos nossa base de clientes e nosso portfólio de produtos”, afirma Ed Wible, co-fundador do Nubank.

Nosso co-fundador Edward Wible, até hoje CTO do Nu, assume a diretoria de Plataformas Tecnológicas e, assim, pode voltar a contribuir mais diretamente com os sistemas e infraestrutura da empresa – um antigo desejo. 

Abaixo, veja 3 perguntas para Matt Swan, novo CTO do Nubank

1.Por que você decidiu se juntar ao Nubank? 

“Tornar-me CTO de uma empresa tão promissora como o Nubank, ainda mais tendo a missão de continuar o fantástico trabalho de um profissional como Ed (Edward Wible), foi determinante para minha escolha. A cultura da empresa, muito alinhada com o propósito de melhorar a vida financeira de milhões de pessoas, também me atraiu para esta oportunidade.

2.Na sua visão, como a tecnologia tem impactado o mercado de serviços financeiros?

A tecnologia é o que move as transações financeiras. Ela ajudou a mudar a forma como as pessoas lidam com o dinheiro, nos permitiu criar camadas extras de segurança e até mesmo introduziu, no mercado, conceitos como criptomoedas.

De modo geral, a tecnologia empoderou as pessoas ao aumentar a visibilidade e controle que temos do nosso dinheiro em tempo real – e ao permitir que as empresas criassem melhores experiências ao cliente. Ela nos traz autonomia, simplifica tarefas e, do ponto de vista da empresa, fornece inteligência para prever e tomar decisões cada vez melhores. Ela também nos permite cortar custos, e podemos repassar essa economia na forma de produtos melhores. O investimento em tecnologia é um dos grandes diferencias de empresas como o Nubank.

3. Quais são os desafios que mais te deixam empolgado no Nubank?

Em primeiro lugar, estou muito empolgado por ajudar a guiar a empresa neste momento de hiper-crescimento (hyper-growth). Nesse momento, meu papel como CTO é entender a estratégia de negócio e ajudar a traduzi-la em caminhos para tecnologia – ao mesmo tempo em que criamos um ambiente que permite ao time criar coisas incríveis. Nesses primeiros três meses, meu objetivo é passar a maior parte do tempo conhecendo pessoas, ouvindo e aprendendo.

Por enquanto, existem três pontos que me motivam bastante: continuar trabalhando na nossa estratégia de talentos, criando times cada vez mais fortes e diversos; seguir desenvolvendo nossa plataforma e garantir escalabilidade; e aprimorar anda mais nossos processos, dando cada vez mais transparência nas nossas tomadas de decisão.

4.08

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post