Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Complete os campos ao lado para pedir sua Conta e Cartão de crédito

Agora complete abaixo para pedir sua conta e cartão de crédito

Precisamos de um CPF válido
Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu e-mail. Precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Governo vai enviar SMS p...

Governo vai enviar SMS para quem precisa devolver auxílio emergencial; entenda

Mensagens vão para 1,2 milhão de pessoas e informam sobre a necessidade de devolver o auxílio emergencial recebido de forma indevida e também sobre a possibilidade de contestar o benefício cancelado.



Os brasileiros que tiveram o auxílio emergencial cancelado vão receber, entre 21 e 22 de dezembro, mensagens SMS do Ministério da Cidadania informando sobre a possibilidade de contestar o cancelamento do benefício.

As mensagens também podem informar sobre a necessidade de devolução do auxílio, caso o beneficiário o tenha recebido “de maneira irregular” – ou seja, sem ter direito a ele. 

Cerca de 1,2 milhão de pessoas, identificadas pela CGU (Controladora Geral da União) e pelo TCU (Tribunal de Contas da União) como “beneficiários indevidos”, receberão as comunicações via SMS. 

Fique atento: segundo o Ministério, a mensagem vai informar o CPF do beneficiário e o link do site do Ministério da Cidadania, e será enviada pelo número 28041; as mensagens que forem enviadas de outro número devem ser ignoradas

São beneficiários indevidos aqueles que, enquanto recebiam o auxílio emergencial, começaram a receber também outro beneficio do governo – aposentadoria ou seguro desemprego, por exemplo – ou conseguiram um emprego.

Segundo o Ministério, todas as pessoas que receberem essa mensagem SMS podem contestar a decisão (seja de cancelamento do auxílio emergencial ou a sua devolução) pelo site da Dataprev até o dia 31 de dezembro de 2020.  

Como devolver o auxílio emergencial?

A devolução é feita também pelo site do Dataprev ou pelo site devolucaoauxilioemergencial.cidadania.gov.br. Por lá, o beneficiário deve emitir a GRU (Guia de Recolhimento da União) após informar o seu CPF e fazer o pagamento da guia. 

Novo lote de mensagens SMS

Nos dias 4 e 5 de outubro de 2021, o Ministério da Cidadania enviou um novo lote de mensagens SMS com orientações sobre a devolução do Auxílio Emergencial. A mensagem foi enviada àquelas pessoas que, ao declararem o Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF), geraram DARF para devolver o dinheiro do auxílio  mas ainda não o fizeram, ou que receberam recursos indevidamente. 

A mensagem foi enviada pelos números 28042 ou 28042. Ou seja, ignore mensagens vindas de números diferentes com a mesma informação – pode ser golpe. Segundo o Ministério, R$ 40,6 milhões foram devolvidos aos cofres públicos após o primeiro lote de mensagens SMS enviadas no primeiro semestre de 2021. 

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história.

3.9

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post