Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Segurança Digital Golpe pelo WhatsApp usa ...

Golpe pelo WhatsApp usa o nome do INSS: saiba como se proteger

Golpistas se passam pela Helô, a assistente virtual do INSS, e entram em contato com beneficiários para tentar obter dados pessoais. Veja como se proteger.



Tem golpe novo por aí: o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) divulgou um alerta que diz que criminosos estão se passando por uma suposta assistente de atendimento para conseguir dados pessoais dos beneficiários. As abordagens têm acontecido por aplicativos de mensagens.

Para passar credibilidade, os golpistas usam a imagem da Helô (assistente virtual do INSS) como foto de perfil. Além disso, eles possuem algumas informações dos segurados e chegam a fornecer número de protocolo – assim, a vítima ganha confiança e acredita estar realmente falando com funcionários do INSS.

Ganhe controle sobre suas finanças: assine nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo.

Mas atenção: o INSS orienta as pessoas que receberem esse tipo de contato a bloquearem imediatamente o número. Também é importante não fornecer nenhuma informação sua, como dados pessoais, fotos ou documentos.

A Helô é um chatbot, ou seja, um programa de computador que simula um atendimento feito por um ser humano. Ela funciona como um plantão de dúvidas. A Helô pode ser acessada pelo site Meu INSS e nunca entra em contato com os beneficiários via WhatsApp ou outros apps de mensagens.

Como se proteger desse golpe?

Vale se atentar a algumas informações para manter a sua segurança:

  • Mantenha seus dados de contato (como telefone, e-mail e endereço) sempre atualizados. Você pode fazer isso pelo Meu INSS ou pelo telefone 135;
  • Se alguém entrar em contato com você pedindo dados ou fotos em nome do INSS, desligue imediatamente a ligação e bloqueie o número que te enviou mensagem;
  • O número de SMS usado pelo INSS para informar os cidadãos é 280-41. O INSS não manda links nem pede documentos por SMS ou aplicativos de mensagens;
  • Quando o INSS convoca o cidadão para apresentar documentos, esse chamado fica sempre registrado no Meu INSS e também pode ser consultado pelo telefone 135;
  • Para agendar um serviço, entregar documentos ou cumprir qualquer solicitação do INSS, use apenas os canais oficiais de atendimento: aplicativo/site Meu INSS ou agência da Previdência Social (com agendamento);
  • Ao ligar para o número 135 ou entrar em contato pelo chat humanizado, o atendente pode pedir algumas informações suas (como CPF e nome da mãe). Esse é um procedimento de segurança para confirmar a identidade de quem telefonou ou acessou o chat.

O que fazer em caso de tentativa de golpe?

Se tentaram aplicar esse golpe em você, denuncie à Ouvidoria do INSS (pela internet ou pelo telefone 135). 

Agora, se você tiver sido vítima e passou informações pessoais ao golpista, registre um Boletim de Ocorrência e comunique aos órgãos envolvidos (como o INSS e a instituição onde você recebe o benefício). Assim, caso alguém tente usar seus documentos, você estará mais protegido.

Leia também:

Golpe do empréstimo consignado: veja como funciona e como se proteger

Golpe usando revisões do INSS: veja como funciona e como se proteger

Phishing: o que é e como funciona esse tipo de golpe


Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história.

3.58

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post