Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Complete os campos ao lado para pedir sua Conta e Cartão de crédito

Agora complete abaixo para pedir sua conta e cartão de crédito

Precisamos de um CPF válido
Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu e-mail. Precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início O Nubank Dia do Cliente 2021: uma...

Dia do Cliente 2021: uma homenagem do Nubank à nossa comunidade roxa

Neste ano, nosso agradecimento às mais de 40 milhões de pessoas que confiam no Nu para cuidar de suas finanças veio em forma de ilustração.



No Nubank, os clientes sempre estão no centro de tudo o que fazemos. Desde os produtos, desenvolvidos a partir das necessidades reais das pessoas, até um atendimento incrível 24/7, tudo é pensado para criar a melhor experiência para quem embarca no universo roxo. 

É por isso que o Dia do Cliente é uma data tão importante para nós. Um dia para celebrar as 40 milhões de pessoas que confiam no Nu para cuidar de suas finanças e agradecer a cada uma delas por essa jornada. 

A vocês, o nosso muito obrigado

Obrigado por fazerem do Nu o que ele é hoje e nos ajudar a devolver para cada vez mais pessoas o controle sobre o próprio dinheiro.

Neste ano, como uma forma de homenagear todos vocês, ilustramos rostinhos conhecidos da comunidade roxa – a NuCommunity e os grupos do Facebook sobre o Nu. Pessoas que estão todos os dias nos ajudando a empoderar cada vez mais e mais gente.

Você pode acompanhar todas as ilustrações nas nossas redes sociais e ler um pouco mais da história de algumas delas aqui.

Vittoria Cunha, da NuCommunity

“Meu relacionamento com o Nubank começou a partir de uma decepção. Ou melhor, de cinco decepções.

Depois de passar pela experiência de ser cliente de cinco instituições bancárias, públicas e privadas, eu já não aguentava mais o descaso e a falta de consideração dos gerentes, as filas intermináveis, as viagens infrutíferas às agências…

Desde que comecei a trabalhar, com 19 anos, vinha montando minha reserva de emergência e, embora me recusasse a acreditar nos gerentes que diziam que a melhor opção possível para o meu dinheiro era a poupança, me faltava conhecimento para buscar opções melhores.

Quando contei sobre meu descontentamento para um amigo, ele disse: ‘Vou te mandar uma indicação do Nubank, tenho quase certeza de que você vai ter uma experiência melhor por lá. Nada de filas, nada de agências e nada de gerentes, você no controle do seu dinheiro’.

No começo tive bastante receio. Afinal, eu não tinha qualquer conhecimento de economia ou de finanças. Mas pensei comigo mesma: ‘Ninguém vai cuidar do meu dinheiro, o qual eu lutei tanto para conquistar, tão bem quanto eu mesma’.

E, desde então, eu e o Nubank estamos juntos. Faz quatro anos que abri meus olhos para novos horizontes, adquiri novos conhecimentos e, principalmente, ganhei autonomia para melhor gerir minhas economias.”

Endy Almeida, da NuCommunity

“Tempo é algo precioso. E foi justamente a perda de tempo e a frustração com taxas abusivas dos bancos tradicionais que me fizeram virar cliente do Nubank, uma instituição totalmente digital.

Com o Nubank, eu tenho total controle do meu dinheiro na palma da minha mão e consigo organizar de forma extremamente eficiente minhas compras com o cartão de crédito.

Chega de perder tempo indo em agências. Chega de pagar taxas escondidas. O Nubank deu outro significado para a palavra liberdade em minha vida.

E mesmo sendo cliente há anos, o Nubank não cansa de me surpreender, lançando novidades incríveis como o cartão Ultravioleta. Agora, todas as minhas compras rendem cashback e tenho benefícios exclusivos!

Sem dúvidas, o Nubank foi um divisor de águas em minha vida financeira.”

Valquiria Oliveira, da NuCommunity

“Minha história com o roxinho começou em setembro de 2018. Eu já tinha tido outro cartão, há muitos anos atrás, que me deixou com trauma de cartão de crédito pelo tanto de raiva que eu passei com ele.

Lembro que, logo quando o Nubank começou suas operações, o pessoal começou a falar muito bem dele, mas eu confesso que não acreditava que o roxinho poderia ser essa maravilha toda que o povo falava. Depois de algum tempo, alguns amigos próximos já usavam e estavam gostando muito, então decidi pedir o cartão de crédito e também convenci meu marido a pedir. Fomos aceitos de primeira.

Só o fato de não pagar anuidade e de fazermos tudo de forma digital já me deixou encantada. Mas o fato do app ser tão fácil e descomplicado de mexer, e o atendimento rápido, eficiente e humano, foi me surpreendendo tão positivamente que hoje não largo meu roxinho por nada!

Ah, e ainda conseguimos fazer tudo sem precisar ficar horas e horas em filas!

Como sempre digo, o Nubank veio para desburocratizar nossa vida financeira e se tornou referência no que faz, e sou muito grata por ter o roxinho na minha vida.”

Renan Lima, da NuCommunity

“O Nubank foi o meu primeiro cartão de crédito. Ou seja, já entrei no mundo financeiro sem nunca ter recebido uma fatura em papel.

Acho fantástico controlar tudo no app. Sempre procuro praticidade e isso me conquistou como cliente.

A única vez em que o Nubank me fez sair de casa foi para pular na famosa piscina de bolinhas roxas deles.”

Nina, da NuCommunity

“Conheci o Nubank pelos grupos de Facebook que eu participava na época, lá em 2017. Mas não despertou minha atenção logo de cara, já que eu ainda não era ‘digitalizada’. Para mim, banco seguro era somente o físico (pensamento retrógrado, né?).

Aliás, o nome dessa fintech estava começando a tomar proporções gigantescas nesses grupos, principalmente entre a mulherada. Podemos dizer que era ‘moda’ e um certo ‘status’ conseguir o convite. Lembro que tinha até posts sobre o tema ‘Convite do Nubank: quem vai querer’.

Foi só em 2019, em um grupo de WhatsApp sobre finanças, que pedi informações sobre o cartão Nubank e a administradora do grupo me deu uma belíssima explicação sobre os benefícios do chamado roxinho e da conta digital.

Logo me bateu um enorme interesse, já que faria parte do time do cartão de crédito que mais crescia na época. Seria um certo status para mim, né? Mas a gente quer o que a gente não pode ter, e não fui aprovada (risos).

Então, entrei no site pelo link do convite e fiz a inscrição para a conta digital. E posso dizer que eu, uma mulher adulta, fiquei encantada com o ‘mundo digital’ presente no aplicativo, já que era uma ‘analfabeta digital’.

Eu realmente parecia uma criança: ficava abrindo e fechando o app toda hora, sem contar que ficava fazendo transferências pelo simples fato de serem gratuitas.

Confesso que só aprendi a usar o QR Code na NuCommunity, onde os membros da época me tiraram diversas dúvidas. Sou extremamente grata a vocês, Nubank, por facilitar nossas vidas na era digital.”

Julian Lopes, da NuCommunity

“Conheci o Nu lá em 2016, quando uma boa alma me mandou um convite (na época super disputado!).

O carinho pela marca foi instantâneo. A promessa já era diferenciada, transparente e inovadora desde o início. A cor já chamava a atenção. A facilidade na hora de usar e a sensação única de, pela primeira vez, sentir que estava no controle, foi e continua sendo ímpar. 

O Nubank me ensinou que produtos financeiros não precisam ser complicados, eles podem ser nossos melhores aliados. E é muito legal acompanhar a jornada, os esforços a cada novidade lançada, e saber para onde a empresa está indo!”

Lorena Telles, da NuCommunity

“Conheci o Nubank em 2017 com a postagem de um amigo no Facebook. Ele fez vários elogios sobre o atendimento que recebeu e, na época, eu já queria outro cartão de crédito porque o que eu tinha não estava me atendendo mais.

Quando fiz o cadastro não tinha muita expectativa, porque o pessoal falava que mesmo com o convite demorava muito para ser aceito. Mas mesmo assim tentei. A preguiça de ter que ir num bancão só pra pedir um cartão era muita e a facilidade proposta pelo Nubank de fazer tudo pelo celular me chamou atenção (fora que desde pequena sempre gostei das cores roxo e azul, então o cartão roxinho também foi um dos fatores decisivos pra eu pedir).

Acabou que nem demorou tanto pra eu ser aceita. Na época recebi um limite bem menor do que o meu outro cartão mas, conforme fui usando, em pouco tempo o limite foi aumentando e o roxinho passou a ser meu cartão principal.

Nesses poucos anos de relacionamento, o roxinho me proporcionou uma das minhas maiores felicidades até o momento. Em 2019, comprei os ingressos para o show do The Gazette, minha banda favorita. Foi o terceiro show que eles fizeram no Brasil, mas foi o mais especial pois, além de conseguir pegar a paleta do meu guitarrista preferido, pude participar do Meet [para conhecer a banda] que teve após o show. 

Pra melhorar, no dia seguinte, na volta pra casa, recebi uma ligação pra entrevista de emprego e duas semanas depois já estava começando no trabalho novo.

Como eu gosto de bandas japonesas de rock, o cartão também me ajudou muito a comprar produtos que não teria como ter acesso sem um cartão internacional. Até anuidade do fã-clube é paga com o roxinho!”

Rogerio Michelon, da NuCommunity

“A minha história com o Nubank começou em outubro de 2017, quando resolvi entrar para o mundo roxo depois da indicação de um amigo que já era cliente (mesmo sem conhecer praticamente nada da empresa).

Pedi o cartão de crédito sem muitas expectativas. Eu já tinha dois outros cartões, mas estava afim de cancelar um deles por causa da anuidade absurda. Fiz o cadastro para o roxinho no app e aguardei.

Quando fui aprovado foi só alegria. Finalmente poderia cancelar aquele cartão que estava atacando o meu bolso.

De lá pra cá foi só alegria. Aderi a muitos outros produtos do Nubank, como a própria conta do Nubank (para a qual fiz a portabilidade do meu salário), empréstimo, entre outros.

Conheci a NuCommunity quando fui pesquisar mais sobre a portabilidade de salário. Lá, além das informações de que precisava, encontrei muitas outras conversas valiosas, além de várias outras pessoas que, assim como eu, eram fãs da marca e de sua filosofia.

Estou lá até hoje tentando ajudar outros clientes e feliz da vida pelas amizades que fiz (e não foram poucas!).

A minha satisfação com o Nubank é tanta que acabei trazendo minha esposa para o lado roxo da força também. Hoje ela é cliente como Pessoa Física e também Jurídica, muito satisfeita em ambas.

Esse é um “pequeno” resumo sobre minha história com o Nubank. História que teve uma data pra começar, mas tenho certeza de que não terá uma pra terminar.”

Ana Caroline, da NuCommunity

“Conheci o Nubank em 2016. Fiz o cadastro para conseguir o cartão e não fui aprovada. Mas não desisti, continuei tentando. As pessoas falavam tão bem do Nu que eu comecei a gostar mesmo sem conhecer.

Então, em 11 de julho de 2019, finalmente fui aprovada. Fiquei muito feliz! Quando meu cartão chegou, cancelei todos os outros que eu tinha por causa da anuidade. Também cancelei minha conta em banco físico.

O Nu mudou minha vida. Não fui mais a banco físico, não enfrentei mais filas. Com o Nubank tenho a comodidade e a facilidade de fazer tudo na palma da mão.

O Nubank me agradou tanto que o indiquei a alguns familiares, parentes e amigos. E o melhor disso é que todos foram aprovados. Sempre que saímos juntos, todos levam seu cartão do Nu; ele não pode faltar na carteira.

O Nu trouxe muita praticidade para a minha vida. Eu mesma poder ficar no controle da minha conta, meu dinheiro, isso não tem preço.”

Felipe de Moraes, da NuCommunity

“A minha história com o Nubank começou com uma dúvida comum, imagino: o que esse cartão roxo tem de especial que todo mundo fala dele?

Lembro que não fui aceito da primeira vez em que pedi o cartão. Pediram para aguardar três meses para uma nova análise. Se fosse para qualquer outro objetivo eu mudaria para outro, mas a vontade de descobrir o que aquele cartão tinha de especial me fez esperar.

Após três meses, dessa vez com um convite, fui aprovado no Nubank (limite baixo, mas pelo menos estava com o cartão roxo em mãos).

O engraçado é que, na época, era apenas o crédito e o Rewards, e hoje paro para ver o quanto cresci junto com o Nubank em cada um dos serviços lançados, muitos deles pedidos na NuCommunity (da qual tenho orgulho de fazer parte).

Hoje o Nubank é minha instituição financeira principal. Concentro minhas atividades no Nu, já realizei sonhos por conta desse vínculo e confio na instituição para realizar outros mais.

Falam que não podemos amar um banco, mas quem disse que o Nubank é só isso para os seus clientes?”

Millyana Mello, do Facebook

“O Nubank transformou a minha vida financeira. Foi o primeiro banco a me fornecer crédito, e abriu as portas para um mundo no qual eu não conhecia. Sou extremamente grata. Fez com que me sentisse importante. E sempre trata todas as pessoas com igualdade.”

Matheus Blanco, do Facebook

“A minha história com o Nubank começou por volta de 2014 ou 2015. Na época eu era estudante em uma federal e morava longe dos meus pais. Eu tinha uma conta de estudante com um cartão de crédito com o limite muito baixo.

Uma vez, tentei aumentar o limite desse cartão para comprar um pacote em promoção da academia e não consegui. Então, conversando com um amigo que morava em São Paulo, ele me disse que estava no Nubank, que o limite era bem bom e que não cobrava taxa nenhuma nem anuidade.

Pedi pra ele enviar um convite pra mim. Lembro que fui na fé pedir que desse certo, senão ia ter de pagar mensalmente a academia mesmo. E foi aprovado com um limite que deu para eu parcelar a academia e ainda sobrava uma graninha.

Fiquei tão feliz que indiquei vários amigos e uso ele até hoje. Depois, acabei entrando na área de negócios de TI, e fiquei cada vez mais apaixonado e engajado com a empresa. Por ser muito ativo no grupo Família Nubank, tirando dúvidas e ajudando as pessoas, até fui chamado para ser moderador.”

Bianca Greff, do Facebook

“No final do ano de 2017, eu consegui um convite para o Nubank com um amigo e fui tentar entrar no mundo roxinho. Lembro perfeitamente do dia, porque foi engraçado fazer fotos que eu não achasse que ficariam estranhas pra quem fosse avaliar (risos). Na mesma semana, fui aprovada e logo veio o limite e meu primeiro uso real de um cartão de crédito.

De lá pra cá eu nunca mais abandonei o Nu (exceto pelos poucos dias em que fiquei sem o cartão depois do Sheik, meu cachorro, comer ele).

E quão grande foi minha surpresa quando, logo após a chegada do novo cartão, receber alguns WoWs para nós dois. Ele ganhou bandana e um cartãozinho especial, e eu ganhei um óculos (que eu ainda uso!).

Depois disso veio a moderação do Grupo Família Nubank #NuLovers, e eu fui me apaixonando ainda mais por esse mundo.

Compartilhando tantas informações sobre o roxinho com as mais diversas pessoas, pude observar a diferença que um atendimento humanizado faz, que a atenção especial que cada cliente recebe reflete no dia a dia.

Guardo com carinho os presentes que recebi (e que uso bastante, inclusive o tênis que é o mais confortável do mundo!) e me sinto honrada em fazer parte de uma comunidade tão especial.”

Alexandre Niess, da NuCommunity

“A minha relação com o Nubank começou de uma forma bastante sem graça. Apesar de hoje eu ser um fã, antes eu tinha bastante receio de abrir uma conta em um banco digital.

Notícias sobre o Nubank, como lançamentos e tudo mais, sempre são muito divulgadas, e essas notícias eram comentadas por canais do YouTube que eu assistia na época. Comecei a reparar que eu via comentários demais e passei a me interessar, mas até aquele momento nada de abrir uma conta.

Foi então que vi uma propaganda do Nu na TV, aquela que uma pessoa da fila usa o roxinho contactless. Aquilo foi o que faltava para eu entrar no mundo Nubank.

Eu passei a desejar aquele cartãozinho que aprovava compras sem ser inserido na máquina. Foi uma simples propaganda, mas foi o que me trouxe para esse mundo maravilhoso. Ah, e ocasionalmente assisto ela de novo de tão boa que é (e pra me ajudar a lembrar como tudo começou).”

Tânia Veiga, do Facebook

“Minha história com o Nubank começou em 2018. E falar do Nubank, para mim, é falar de praticidade, tecnologia e inovação.

Em um mundo tão tecnológico, onde precisamos de respostas cada vez mais rápidas, o Nubank me traz a certeza de que tenho todas as minhas necessidades atendidas em questão de segundos.

Tecnologia sempre fez parte da minha vida, e o Nubank consegue aliar isso sempre às novidades que traz aos seus clientes.

Fazer parte de uma empresa que tem como seu principal valor os clientes parece até mentira, coisa de filme de ficção! Mas ainda bem que é real.

Obrigada, Nubank, por fazer parte dos meus dias.”

William Peixoto, da NuCommunity

“A minha história no Nubank começou pelo fato de o cartão não ter anuidade. Solicitei o cartão ainda meio desconfiado de ser tudo online no app (nem a fatura vinha impressa). Mas fui usando, conhecendo melhor o produto, até que ele se tornou meu principal cartão. 

Depois, com o passar dos anos, vieram outros produtos, como a conta do Nubank. No começo tive o mesmo receio de usar, mas fui usando aos poucos. Logo em seguida, conheci a Nucommunity, onde pude entender melhor os produtos, ter um contato mais próximo com o Nubank e tornar minha vida financeira até melhor com a troca de experiências por lá.”

Vanessa Takahashi, do Facebook

“O primeiro contato que eu tive com o Nubank foi por volta de 2017. Eu estava com um amigo e ele usou um cartão diferente de qualquer outro que eu já havia visto: o roxinho do Nubank.

Perguntei sobre o cartão e ele me explicou que era uma fintech, falou da inexistência de taxas e a facilidade em resolver tudo por aplicativo. Desconfiadíssima por ser algo tão diferente do que estava acostumada, não dei muita atenção na época, mas fui percebendo que a maioria dos meus amigos eram clientes, e aos poucos descobri que o maior público do Nubank eram pessoas da minha faixa etária.

Em 2018, eu consegui meu primeiro estágio e meu pai me recomendou ter um cartão de crédito. Quando pedi uma recomendação, ele me indicou o Nubank. Foi uma enorme surpresa, porque pais geralmente não são as pessoas mais antenadas em tecnologias e novidades. Isso me passou muita credibilidade e eu usei a indicação do meu pai, sendo aprovada de imediato.

O Nubank é meu único cartão de crédito até hoje. Já troquei de emprego, mas o cartão continua comigo.”

Gaffo, do Facebook

“Me identifiquei de imediato com a proposta do Nubank e construí uma história de  modernidade, leveza e praticidade para meu dia a dia.”

5

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post