Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Organizar as Finanças Correios estão em greve...

Correios estão em greve – como ficam as contas e encomendas?

Segundo o Procon-SP, o atraso na entrega de boletos não tira a responsabilidade do consumidor de pagar as contas em dia. Entenda.

(Atualização: no dia 21 de setembro, o Tribunal Superior do Trabalho decidiu pelo fim da greve dos funcionários dos Correios e recomendou o retorno das atividades no dia 22. O sindicato, entretanto, rejeitou o acordo e recomendou que os funcionários mantenham a greve. Decisão final deve sair ainda hoje, dia 22.)

Os funcionários dos Correios estão em greve desde o dia 17 de agosto – e, segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares (Fentect), não há um prazo para o fim da paralisação.

Se você está preocupado com as contas e encomendas que podem atrasar, veja abaixo o que fazer em cada caso.

Correios estão em greve: o que fazer?

Caso as contas não cheguem

O atraso na entrega não tira a responsabilidade do consumidor de pagar as contas em dia, segundo o Procon-SP. Mas empresas que enviam cobranças por correspondência postal são obrigadas a oferecer outra forma de pagamento que seja viável ao consumidor – como pela internet, na sede da empresa ou por depósito bancário.

Por isso, se você está preocupado com os boletos que não vão chegar a tempo, a melhor opção é ligar para a empresa credora antes do vencimento e verificar uma outra forma de pagamento.

Em muitas casos, dá para baixar o boleto no site da empresa e fazer o pagamento online mesmo – escaneado o código de barras ou digitando o número do boleto.

Dessa forma, é possível evitar multas e outros encargos pelo atraso no pagamento e até o cancelamento dos serviços.

Ter no calendário as datas de vencimento das contas é sempre uma boa ideia para a organização – e, em épocas de greve, isso se torna ainda mais importante para não perder o dia.

Caso as encomendas atrasem

De acordo com o Procon-SP, lojas virtuais e outras empresas que entregam pelos Correios são responsáveis por encontrar outra forma de fazer a entrega ao consumidor dentro do prazo contratado.

Se você comprou algum produto online e está com medo da entrega atrasar porque os Correios estão em greve, pode ser uma boa opção entrar em contato com a empresa e verificar as opções.

Veja mais sobre como fazer compras online com segurança

Caso itens enviados fiquem parados nos Correios

Agora, quem contratou os serviços dos Correios para a entrega de encomendas e documentos, por exemplo, e não teve os itens enviados por causa da greve, pode receber o dinheiro de volta ou ter o valor abatido de outro serviço.

Ainda de acordo com o Procon-SP, quem tiver danos morais ou materiais pela não prestação do serviço pode pedir indenização por meio da Justiça.

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história.

4.33

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post