Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Imposto de Renda Como declarar contas ban...

Como declarar contas bancárias no Imposto de Renda?

Conta corrente, poupança ou remunerada? Veja quando é necessário declarar contas bancárias no Imposto de renda e como fazer isso.



No Brasil, cerca de 96% da população adulta tem relacionamentos com instituições financeiras, de acordo com o último Relatório de Cidadania Financeira. Na hora de fazer a declaração de Imposto de Renda, o simples fato de possuir uma conta bancária não é critério para precisar pagar ou mesmo declarar o IR. Mas, se você se encaixar nas regras da Receita Federal, aí sim vai precisar declarar suas contas bancárias e incluir os valores enviados no informe de rendimentos. 

Veja as principais condições para a obrigatoriedade da declaração:

Ganhe controle sobre suas finanças: assine nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo.
  • Pessoas que receberam rendimentos tributáveis, cuja soma foi superior a R$ 28.559,70
  • Pessoas que receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil; 
  • Quem teve, até o último dia do ano passado, bens e direitos com valor acima de R$ 300 mil (imóveis, investimentos, por exemplo);
  • Quem teve lucro, em qualquer mês, na venda de bens ou direitos ou investiu qualquer valor em Bolsas de Valores, mercado de capitais ou similares. Entenda mais aqui;
  • Teve receita bruta acima de R$ 142.798,50 em atividade rural;
  • Passou a ser residente no Brasil a partir de 01/01/2021 e manteve essa residência até 31/12/2021;
  • Quem recebeu auxílio emergencial, em qualquer valor, e outros rendimentos tributáveis em valor anual superior a R$ 22.847,76.

Além disso, apenas contas que possuíam valor de saldo igual ou superior a R$ 140 no último dia do ano precisam ser declaradas.

Portanto, se você se encaixa em algum dos critérios acima, será obrigado a declarar o IR.

Confira, abaixo, como declarar contas bancárias no Imposto de Renda.

Atenção: este texto é uma forma de te ajudar na busca por informações. Em caso de dúvidas, procure um contador ou profissional qualificado para auxiliar na sua declaração.

Quais documentos eu preciso para declarar contas bancárias?

Os informes de rendimentos disponibilizados pelos bancos em que você tem conta são os principais documentos para a declaração de IR.

Esses materiais são enviados pelas instituições financeiras ou disponibilizados nos sites e aplicativos até o último dia de fevereiro.

Lembre de pegar os informes de todas as instituições em que você possui conta bancária. Se, por exemplo, você é cliente de três bancos, é preciso declarar cada uma dessas contas, desde que o saldo delas fosse de R$ 140 ou mais em 31/12/2021.

Leia aqui tudo o que você precisa saber sobre o informe de rendimentos do Nubank e como declarar cada produto que você tem.

Como declarar contas bancárias: corrente simples, de pagamentos e poupança

Os saldos de contas do tipo corrente simples, de pagamento e poupança devem ser declarados na ficha “Bens e direitos” do programa da Receita. Na hora de preencher o sistema, vale ficar atento pois cada tipo de conta possui um código próprio.

  • Acesse a ficha “Bens e Direitos”;
  • Selecione um dos seguintes o grupo 06 – Depósitos à vista e numerário, código “01 – Depósito em conta corrente ou conta pagamento”; Para poupança, o grupo é o 04 e o código é o “01 – Depósito em conta poupança”; Depósitos bancários em contas correntes no exterior devem ser declarados com o código “26 – Outros” da ficha Rendimentos Isentos e Não Tributáveis.
  • Em seguida, clique em “novo”;
  • Informe o CNPJ da instituição financeira, o número da agência bancária (sem o dígito verificador) e número da conta com o dígito verificador (DV). Selecione a instituição financeira entre as opções fornecidas pelo programa da Receita;
  • Informe se a conta é conjunta e, se for, o CPF do titular;
  • Preencha o valor do saldo da sua conta em 31/12/2020 e 31/12/2021;

Importante: Os rendimentos da poupança resgatados no ano anterior devem ser informados em outra ficha. Vá até a aba “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis”, e use o código “12 – Rendimentos de cadernetas de poupança, letras hipotecárias, letras de crédito do agronegócio e imobiliário (LCA e LCI) e certificados de recebíveis do agronegócio e imobiliários (CRA e CRI)”.

Saldo negativo

Quem tinha uma conta bancária com saldo negativo em 31/12/2021 deve declarar apenas se o valor for superior a R$ 5 mil. É preciso incluir essa informação na ficha “Dívidas e Ônus Reais”, com o código “11 – Estabelecimento bancário comercial”.

É preciso informar a característica da dívida, como, por exemplo, cheque especial. Você vai encontrar todos esses dados no informe de rendimentos da sua instituição financeira.

Como declarar uma conta remunerada?

Na hora acertar as contas com a Receita, o saldo das contas bancárias remuneradas também deve entrar na ficha “Bens e direitos”, mas o código que deverá ser usado é o de investimentos de renda fixa

  • Acesse a ficha “Bens e Direitos”;
  • Selecione o grupo “04 – Aplicações e investimentos” e o código “02 – Títulos públicos e privados sujeitos à tributação”;
  • Em seguida, clique em “novo”;
  • Informe o CNPJ da instituição financeira e os saldos em 31/12/2020 e 31/12/2021, de acordo com o informe de rendimentos; 
  • Em “Discriminação”, preencha o tipo de aplicação, por exemplo conta de pagamentos ou RDB, e o nome da instituição financeira;
  • Informe se a conta é conjunta e, se for, o CPF do titular;

Os rendimentos da conta remunerada devem ser informados em outra ficha. Vá até “Rendimentos sujeitos à tributação exclusiva” e use o código “06 – Rendimentos de Aplicações Financeiras”. Veja como preencher:  

  • Tipo de Beneficiário e Beneficiário: estes campos são preenchidos pelo programa da Receita quando você seleciona se é o Titular ou o Dependente;
  • CNPJ da fonte pagadora: insira os dados que vêm no informe de rendimentos;
  • Valor: insira o valor referente aos “Rendimentos Líquidos” que consta no seu informe.

Se o valor de rendimentos enviado no seu informe for de R$ 0,00, você não precisa preencher esta ficha, apenas a de “Bens e direitos”.

Leia também:

Como declarar a conta do Nubank no Imposto de Renda 2022?

Ter uma conta do Nubank te obriga a declarar o Imposto de Renda?

Declarar ou pagar Imposto de Renda? Entenda a diferença

Atenção: o texto acima é uma forma de ajudar na sua busca por informações. Em caso de dúvidas, procure um contador ou profissional qualificado para auxiliar na sua declaração.

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.

4.14

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post