Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Complete os campos ao lado para pedir sua Conta e Cartão de crédito

Agora complete abaixo para pedir sua conta e cartão de crédito

Precisamos de um CPF válido
Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu e-mail. Precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Empreender Primeiros Passos Como começar a empreende...

Como começar a empreender: saiba como abrir uma empresa

Entender se você está pronto, abrir uma empresa, escolher o regime tributário… Veja o que levar em conta e quais são as burocracias para começar o seu negócio.



Ter um negócio próprio e trabalhar com o que gosta é o sonho de muitos brasileiros. Segundo a pesquisa Amway Global Entrepreneurship Report (AGER), 70% dos entrevistados no Brasil disseram que gostariam de empreender em até cinco anos – um índice bem maior do que a média global, de 47%.

No entanto, saber como começar a empreender e cumprir com os primeiros requisitos burocráticos é um dos principais obstáculos de quem busca um novo desafio profissional.

Para isso, é importante entender alguns processos.

Como começar a empreender?

Empreender traz alguns benefícios e possibilidades – como fazer os próprios horários, trabalhar com o que gosta, ter a chance de ganhar mais –, mas é importante lembrar que a vida de um empreendedor envolve muitos desafios. O primeiro deles, claro, é começar.

Como saber se está na hora de empreender?

Responda, primeiro, às seguintes perguntas:

  • Por que você quer empreender?
  • Qual a sua ideia de negócio?
  • Como você vai ganhar dinheiro?
  • As perspectivas de ganho financeiro correspondem às suas necessidades? Se não, é possível fazer ajustes no orçamento pessoal ou familiar?
  • Como está o mercado em que você pretende atuar? Os resultados são bons ou ruins? Tem muitos ou poucos concorrentes?
  • Você tem recursos financeiros que podem ajudar ou vai precisar começar do zero?
  • Qual o seu objetivo com a empresa? Onde pretende chegar daqui a um ano?
  • Você pode correr riscos ou precisa de retorno rápido?
  • Você tem tudo o que precisa para começar? Se não, o que ainda falta?

Refletir sobre essas questões facilitará o planejamento do seu negócio e, consequentemente, ajudará a tirá-lo do papel do modo mais assertivo.

Caso você tenha um capital inicial, a tendência é que o começo seja mais fácil e seguro. É bom destacar que não é impossível começar do zero – aliás, muitos negócios começam assim.

No entanto, as estratégias vão depender muito do negócio em questão. No ramo de alimentos, por exemplo, você pode começar aos poucos, em casa, até juntar um bom montante para alugar um espaço, comprar equipamentos e contratar mais pessoas.  

Porém, se para dar o primeiro passo você precisa de investimento, buscar opções de empréstimos com juros mais baixos no mercado pode ser uma boa opção. 

Como abrir uma empresa (para começar a empreender)?

Decida o formato jurídico do negócio. Afinal, esse formato ditará as regras e obrigações e o porte da atividade.

MEI – Microempreendedor Individual

O MEI é a melhor opção para trabalhadores autônomos que querem oficializar e obter benefícios com seus negócios.

O CNPJ pode ser obtido do jeito mais simples, pela internet, e o empreendedor não precisa se preocupar em recolher tributos: todos são pagos em uma única guia uma vez por mês. 

Essa taxa pode ter um valor diferente dependendo do tipo de atividade e ramo de atuação, mas gira em torno de R$ 55, um valor bem inferior quando comparado às outras categorias.

Contudo, o faturamento máximo anual da empresa precisa ser de R$ 81 mil, a sua atividade precisa estar em uma categoria autorizada (confira lista aqui) e o empreendedor não pode ter sócios.

ME – Micorempresa

Na modalidade ME, o faturamento máximo anual não pode ultrapassar R$ 360 mil, mas existem mais atividades que podem ser exercidas. Além disso, é possível contratar mais funcionários – número varia de acordo com o ramo.

A abertura da empresa deve ser feita pela Junta comercial e será preciso escolher entre os regimes tributários Simples Nacional, Lucro Presumido ou Lucro Real

EPP- Empresa de pequeno porte

Para se enquadrar nesse regime, o faturamento mínimo anual deve ser no mínimo R$ 360 mil e no máximo R$ 4,8 milhões. Os padrões de tributação e requisitos básicos são semelhantes aos da Microempresa.  

Este texto faz parte da missão do Nubank de lutar contra a complexidade do sistema financeiro para empoderar as pessoas – físicas e jurídicas. Com a conta PJ, queremos ajudar donos de pequenos negócios, empreendedores e autônomos a focarem no que realmente importa. Saiba mais.

3.61

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post