Complete abaixo para pedir sua NuConta e seu cartão de crédito

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Sem categoria Celular roubado: o que v...

Celular roubado: o que você deve fazer

Teve algum problema com seu telefone? Veja um guia rápido do que fazer caso seu celular seja roubado ou furtado.

Quase metade dos brasileiros já tiveram o celular roubado uma vez, mostra uma pesquisa da Panorama Mobile Time com a Opinion Box de 2019. Na cidade de São Paulo, a cada hora são roubados 13 celulares.

Com a chegada do Carnaval, isso pode ficar ainda mais comum: em 2018, mais de 2 mil boletins de ocorrência foram registrados devido a roubo de celulares em cinco dias de Carnaval.

Lidar com essa situação não é nada fácil – como bloquear o dispositivo? Como garantir que seus dados não serão acessados? Quando registrar ou não um Boletim de Ocorrência?

Abaixo, veja as principais dicas de como lidar com um celular roubado.

Meu celular foi roubado. E agora?

  1. Avise todos os bancos e instituições nas quais possui conta ou cartão;
  2. Entenda quando fazer um boletim de ocorrência;
  3. Entre em contato com a operadora do telefone para bloquear a linha;
  4. Desconecte suas redes sociais do aparelho;
  5. Se a geolocalização estiver ativada, busque o aparelho.

Abaixo, veja detalhes sobre cada um desses passos.

Avise bancos e instituições financeiras

É muito importante comunicar todas as instituições financeiras onde você possui uma conta ou produto ativo para bloquear esses serviços imediatamente, caso tenha acesso a eles via telefone (com apps, por exemplo). Isso vale especialmente se o seu celular seja furtado com a tela desbloqueada – ou seja, quando o acesso a ele está livre.

Boletim de ocorrência – quando (e como) fazer? 

Segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, quando existe furto, roubo ou perda de celular, pode ser registrado um Boletim de Ocorrência; o mesmo vale para documentos pessoais. 

Pode valer a pena registrar um B.O. quando a geolocalização do dispositivo estiver desativada e, portanto, não for possível encontrá-lo – falamos mais sobre isso aqui.

Hoje, é possível fazer o registro de um B.O. pela internet, através do site da Secretaria de Segurança Pública do estado em que você vive, informando seus dados pessoais, documentos e detalhando a situação de roubo ou furto o máximo possível.

É importante dizer que as operadoras autorizam o bloqueio do dispositivo com o boletim de ocorrência em mãos. 

Entre em contato com a operadora e bloqueie a linha telefônica e o celular

O primeiro passo depois de ter seu celular roubado é entrar em contato com sua operadora telefônica e solicitar o bloqueio da sua linha e também do dispositivo – para o segundo, é preciso ter em mãos o número IMEI do celular e o boletim de ocorrência do fato. 

O IMEI é a sigla para International Mobile Equipment Identity, uma identificação única e global que todo celular tem – ele é formado por uma sequência de 15 números.

Todo dispositivo possui um. O bloqueio do celular é feito com sua operadora, que comunicará todas as demais operadoras do país para impedir que ele seja usado novamente – e, para isso, é preciso o número IMEI.

Uma vez bloqueado, o celular se torna inútil – ele fica completamente bloqueado e é impossível voltar a usá-lo. 

E onde encontrar o IMEI do celular?

Isso pode variar conforme a fabricante do seu smartphone, mas, na grande maioria das vezes, ele pode ser encontrado nas configurações do dispositivo, na aba Sobre. Se não encontrar nas configurações, basta digitar *#06#, como se fosse fazer uma ligação, para que o número seja mostrado na tela de seu celular.

Na prática, portanto, o ponto mais importante é ter o número de seu IMEI sempre em mãos, anotado em algum lugar, e entrar em contato com sua operadora para solicitar o bloqueio. 

Desconectando de redes sociais 

Uma boa medida é desconectar todos os seus perfis de redes sociais do dispositivo que foi roubado ou furtado – antes ou depois de bloquear o celular. Para isso, você deve acessar as redes sociais de outro dispositivo e, nas configurações do seu perfil, pedir para encerrar a sessão de todos os dispositivos onde você estava conectado. É simples e rápido.

Outro detalhe: no caso do WhatsApp, a recomendação da própria empresa é bloquear o chip de sua linha telefônica com a operadora o quanto antes e solicitar, via e-mail, que a conta seja desativada. Aqui eles mostram como fazer isso. 

Geolocalização ativada – ainda é possível encontrar o aparelho

Com a geolocalização ativada, caso você perca seu celular ou ele seja furtado, fica mais fácil encontrá-lo através de serviços como o Encontre meu iPhone, de dispositivos iOS, e Encontre meu Android – não só encontrá-lo, mas também bloquear o uso do celular para que ele volte a ser usado somente quando estiver em suas mãos. Por isso, se certifique de que a geolocalização está ou não ativada.

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história aqui.