Pedir Conta e
Cartão de Crédito

em menos de 1 minuto
e grátis

Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu CPF Precisamos de um CPF válido
Precisamos do seu e-mail. Aqui precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Complete os campos ao lado para pedir sua Conta e Cartão de crédito

Agora complete abaixo para pedir sua conta e cartão de crédito

Precisamos de um CPF válido
Precisamos seu nome completo. Precisamos seu nome completo.
Precisamos do seu e-mail. Precisamos de um email válido.
Ops. Está diferente do campo acima.
Para prosseguir, você deve concordar com as políticas de privacidade.

Início Seu Dinheiro Auxílio Emergencial Até quando dá para devol...

Até quando dá para devolver o Auxílio emergencial no IR?

Alguns beneficiários do auxílio em 2020 precisam devolver os valores recebidos. A data final para fazer o pagamento também foi ampliada para 31 de maio com a prorrogação do prazo para a declaração.



Falta menos de um mês para acabar o prazo para a Declaração do Imposto de Renda 2021 –  que vai até o dia 31 de maio. Uma das mudanças mais significativas deste ano é a devolução do auxílio emergencial:  alguns contribuintes que receberam o benefício em 2020 precisam devolver o valor aos cofres públicos.

O pagamento precisa ser feito até o último dia da declaração do IR. Este ano, o prazo que terminava em abril foi prorrogado até 31 de maio. Com a prorrogação de um mês da entrega da declaração, os pagamentos vinculados a ela também ganharam o mesmo tempo para serem feitos. 

“Até quando preciso devolver o dinheiro do auxílio?”

Agora, todos pagamentos do imposto de renda poderão ser feitos até 31/05 e isso inclui a devolução do auxílio emergencial. 

Vale ressaltar que a Receita Federal atualizou o programa da declaração do IR. Ou seja, quem emitiu documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF) antes da atualização do programa ficou com a data de vencimento prevista para 30/04. 

Nestes casos, segundo a Receita, os pagamentos poderão ser feitos até 31/05 normalmente, sem cobranças de multas ou juros. Ou seja, não é necessário emitir um novo DARF.

Quem precisa devolver o auxílio?

Todas as pessoas que tiveram rendimentos tributáveis acima de R$ 22.874,76 ao longo do ano e que receberam o benefício do auxílio emergencial precisam declarar e devolver os valores recebidos do benefício. 

É importante destacar que, apesar do auxílio ser um rendimento tributável, ele não deve ser incluído no valor acima. Ou seja, quem recebeu mais de R$ 22.874,76 sem contar o valor do auxílio, precisa devolver o dinheiro.

Entenda os critérios para a devolução do benefício aqui

Como fazer a devolução do auxílio?

O próprio sistema do Imposto de Renda 2021 calcula os valores que precisam ser devolvidos a partir dos rendimentos declarados e gera uma DARF para que o contribuinte pague.

Atenção: beneficiários que já devolveram o auxílio no ano passado podem só desconsiderar o DARF que o programa vai gerar.

Leia também: como devolver o auxílio emergencial no IR 2021

Ainda em dúvida sobre a declaração do Imposto de Renda? Confira os nossos conteúdos sobre o assunto aqui

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira. Ainda não conhece o Nubank? Saiba mais sobre nossos produtos e a nossa história.

5

Esse artigo foi útil? Avalie

Obrigado pela avaliação

Você já votou neste post